Translate to your language

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Paulo apresenta a sua defesa

Esta é a defesa que o apóstolo Paulo fez de si mesmo quando perseguido pelo povo que queriam matá-lo, uma vez que sendo ele cidadão romano, trabalhava para Roma, perseguindo e prendendo os judeus que seguiam a Jesus Cristo.
Após sua conversão maravilhosa numa visão que teve de Cristo; foi necessário que caisse por terra e reconhecesse que realmente Cristo é quem peleja pelos seus.
Paulo de Tarso, de perseguidor, passou a ser perseguido!

Atos 22.1-21

Irmãos e pais, ouvi, agora, a minha defesa perante vós.
Quando ouviram que lhes falava em língua hebraica, guardaram ainda maior silêncio. E continuou:
Eu sou judeu, nasci em Tarso da Cilícia, mas criei-me nesta cidade e aqui fui instruído aos pés de Gamaliel, segundo a exatidão da lei de nossos antepassados, sendo zeloso para com Deus, assim como todos vós o sois no dia de hoje.
Persegui este Caminho até à morte, prendendo e metendo em cárceres homens e mulheres, de que são testemunhas o sumo sacerdote e todos os anciãos. Destes, recebi cartas para os irmãos; e ia para Damasco, no propósito de trazer manietados para Jerusalém os que também lá estivessem, para serem punidos.
Ora, aconteceu que, indo de caminho e já perto de Damasco, quase ao meio-dia, repentinamente, grande luz do céu brilhou ao redor de mim.
Então, caí por terra, ouvindo uma voz que me dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues?
Perguntei: quem és tu, Senhor? Ao que me respondeu: Eu sou Jesus, o Nazareno, a quem tu persegues.
Os que estavam comigo viram a luz, sem, contudo, perceberem o sentido da voz de quem falava comigo.
Então, perguntei: que farei, Senhor? E o Senhor me disse: Levanta-te, entra em Damasco, pois ali te dirão acerca de tudo o que te é ordenado fazer.
Tendo ficado cego por causa do fulgor daquela luz, guiado pela mão dos que estavam comigo, cheguei a Damasco.
Um homem, chamado Ananias, piedoso conforme a lei, tendo bom testemunho de todos os judeus que ali moravam, veio procurar-me e, pondo-se junto a mim, disse: Saulo, irmão, recebe novamente a vista. Nessa mesma hora, recobrei a vista e olhei para ele.
Então, ele disse: O Deus de nossos pais, de antemão, te escolheu para conheceres a sua vontade, veres o Justo e ouvires uma voz da sua própria boca, porque terás de ser sua testemunha diante de todos os homens, das coisas que tens visto e ouvido.
E agora, por que te demoras? Levanta-te, recebe o batismo e lava os teus pecados, invocando o nome dele.
Tendo eu voltado para Jerusalém, enquanto orava no templo, sobreveio-me um êxtase, e vi aquele que falava comigo: Apressa-te e sai logo de Jerusalém, porque não receberão o teu testemunho a meu respeito.
Eu disse: Senhor, eles bem sabem que eu encerrava em prisão e, nas sinagogas, açoitava os que criam em ti.
Quando se derramava o sangue de Estêvão, tua testemunha, eu também estava presente, consentia nisso e até guardei as vestes dos que o matavam.
Mas ele me disse: Vai, porque eu te enviarei para longe, aos gentios.

Fonte: Biblia Sagrada
Imagem: extraída da internet

sábado, 25 de outubro de 2014

Frases que Edificam

Quando não podemos mudar as situações adversas, tem quem mude por nós, CRISTO JESUS, o que viveu e sentiu na pele o que é sofrer! Joseval Oliveira

Ressurgimento de rio em Israel pode ser cumprimento de profecia


Especialistas acreditam que rio Zin tem ligação com relatos de Isaías
Ressurgimento de rio em Israel pode ser cumprimento de profecia.

O site Revelation Daily [Revelação diária] destacou esta semana o que pode ser o cumprimento de profecias do livro de Isaías. O vídeo original foi postado no Youtube, alguns meses atrás. Agora, com mais de 750 mil visualizações, a filmagem do rio Zin “ressuscitando” em plano deserto do Neguev (que significa literalmente ‘árido’) ainda gera comentários de surpresos.
O site aponta que este ano tem sido importante para os estudiosos de profecias, por causa da ocorrência das “luas de sangue” e de descobertas arqueológicas, em especial os avanços na reconstrução do templo de Salomão.
Essa profecia tem cerca de 2.500 anos e o renascimento de um rio dos tempos bíblicos que não se ouvia mais falar foi celebrada por estudiosos do assunto. Citado em Números 13:21, a região de Zin marcava a fronteira do território de Israel. Este é o local onde os 12 espias foram enviados por Moisés para espiar a Terra de Canaã.
Alguns especialistas acreditam que o rio tem relação com a promessa de Isaías 35:1, 6-7: “O deserto e o lugar solitário se alegrarão disto… porque águas arrebentarão no deserto e ribeiro no ermo. E a terra seca se tornará em lagos, e a terra sedenta em mananciais de águas…” Lembram também Isaías 41: 18,20, que diz: “Abrirei rios nas colinas estéreis, e fontes nos vales. Transformarei o deserto num lago, e o chão ressequido em mananciais… para que o povo veja e saiba, e todos vejam e saibam, que a mão do Senhor fez isso, que o Santo de Israel o criou.”

mapa do rio Ressurgimento de rio em Israel pode ser cumprimento de profecia
Curso do rio.

Sua nascente fica na região sul de Israel, perto da cratera de Ramon (85 km de Berseba) e desagua no Mar Morto. Ele corre ao longo de uma makhtesh (“cratera”), formação geológica típica da região. Há anos estava seco, mas as fortes chuvas que caíram em 2014 nas montanhas o trouxeram de volta à vida. Os estudiosos afirmam que isso é anormal na região, que vive secas prolongadas.
O vídeo amador que o rio brotando no deserto do Negueve, conta com mais de 730 mil acessos desde que foi publicado no YouTube. Com informação de Daily Mail e Yahoo


Por: Leiliane Roberta Lopes- http://noticias.gospelprime.com.br/ressurgimento-rio-israel-profecia/
Imagens/video: http://noticias.gospelprime.com.br/ressurgimento-rio-israel-profecia/

Visita do Papa a Israel é cumprimento de profecia, diz pesquisador




O Papa Francisco visitou Israel neste final de semana, serão três dias de viagens – que terminou nesta segunda-feira (26) passando pela Jordânia, Belém e Jerusalém.
A visita diplomática pode ter um caráter espiritual que muitos cristãos não perceberão. De acordo com Luiz Fernandes, do Spiritual Group, a viagem tem ligações fortes com uma profecia de Daniel. Fernandes cita o livro de Daniel capítulo 11 versículo 45 que diz: “Armará suas tendas reais entre os mares, no belo monte santo. No entanto, ele chegará ao seu fim, e ninguém o socorrerá”.
Para o pesquisador, o texto, que se refere ao Rei do Norte, é uma representação do Papa. No capítulo 12 do livro de Daniel o profeta fala de um tempo de angústia “tal como nunca houve” que pode significar que após esta visita do Papa a Israel iniciará o período de tribulação.
“A entrada do “Rei do Norte” na terra gloriosa (Israel) é o evento que acontece antes da grande tribulação e isso está acontecendo bem diante dos nossos olhos”, grifa o pesquisador.
“O ‘Rei do Norte’ (o papado) nesse exato momento em sua visita a Israel, está entrando na “Terra Gloriosa”, sua intenção é preparar caminho para uma paz aparente entre judeus e palestinos intermediando em ambos os lados e nos bastidores uma concordata que o grande público e os próprios israelenses desconhecem, que é a construção do 3º Templo Judeu em troca da Soberania do Estado Palestino na ONU, exatamente como diz a profecia”.
Fernandes acredita que além de aceitar os locais santos que Israel passará para o Vaticano, o Papa Francisco, em nome da paz entre os povos, também vai apoiar a formação do Estado da Palestina.
Confira a entrevista na íntegra:
Qual a sua opinião sobre a visita do Papa Francisco a Israel? O que a Bíblia nos diz à respeito disso?
Na verdade o que está para acontecer nessa visita do papado há Israel foi profetizado por Daniel há mais de 2600 anos atrás, e de forma resumida coloco esse vídeo para ilustrar.
“E (o papado, o Rei do Norte) armará a tendas do seu palácio (seu governo) entre o grande mar (o mar mediterrâneo) e o monte santo e glorioso (o monte do templo); mas virá ao seu fim (a destruição do anticristo), e não haverá quem o socorra.” [Daniel 11.45]
Repare que esse é o final do capítulo 11 de Daniel e, abrindo o capítulo 12, ele fala de um tempo de angústia “qual nunca houve”, que é justamente a grande tribulação predita pelo Salvador em Mateus 24, portanto a entrada do “Rei do Norte” na terra gloriosa (Israel) é o evento que acontece antes da grande tribulação e isso está acontecendo bem diante dos nossos olhos, porém como explicado também pelo próprio Senhor Jesus em Mateus 25, na parábola das virgens, a totalidade das igrejas estão completamente adormecidas…
Essa profecia já teve um cumprimento no passado por mais de uma vez, as Sagradas Escrituras porém através do livro de Daniel, falam de um momento único que nunca houve antes repare o texto:
“Nesse tempo (no tempo relatado no final de Daniel 11 quando o Rei do Norte que é o papa fará sua entrada triunfante em Israel), se levantará Miguel, o grande príncipe, o defensor dos filhos do teu povo, e haverá tempo de angústia,qual nunca houve, desde que houve nação…” [Daniel 12.1]
Portanto com isso, através do texto acima, podemos descartar o cumprimento histórico, pois o texto aponta para o futuro e deixa claro que seu cumprimento é profético e não histórico. Em um futuro breve o próprio controle político e religioso de Israel será entregue ao papado, aliás como todos sabem, a fundação do Estado de Israel foi feita exclusivamente para atender aos interesses da Família Rothschilds que o financiou completamente, assista a esse vídeo, para saber quem de fato está por detrás financiando a nação de Israel.
De maneira inequívoca Daniel 11 revela esse passo-a-passo culminando com a guerra final de Apocalipse 16.14 onde “os reis do mundo inteiro” liderados pelo anticristo e Satanás, se reunirão na Terra desafiando o próprio Deus Todo Poderoso dos céus. E tudo isso não é de se admirar, pois aqueles que tem um mínimo conhecimento da história e propósito da Ordem dos Jesuítas, sabem que sempre fez parte dos planos jesuítas submeter todas as religiões e governos sob o controle do papado, e para tal seu trono precisa ser colocado em Jerusalém.
Para conseguirem essa proeza, eles tem nada mais nada menos que o apoio do maior poder econômico do planeta, a Família de Banqueiros mais poderosa do Planeta: “Os Rothschilds”, principais donos dos Bancos Centrais de todos os países do mundo e ambos, desde a Revolução Francesa estão trabalhando intensamente nos bastidores para a execução desse plano nefasto!
Você acredita que esse papa sendo um jesuíta tem uma relação direta com a entrega de Jerusalém e a nação de Israel para o controle do Vaticano?
Sem a menor sombra de dúvidas! Como expliquei acima a posse da cidade de Jerusalém sempre foi um sonho papal e a principal meta dos jesuítas. Os jesuítas não cessarão seus esforços enquanto o papa não estiver de posse de Jerusalém, a qual os historiadores chamam de “umbigo do mundo”, o centro de toda a terra. Na verdade a história nos revela, o quanto essa estreita faixa de terra já foi disputada ao longo dos séculos, passando pela “mão” de vários poderes, num tempo ou noutro que estiveram de posse da Palestina.
A cidade de Jerusalém e Israel encontram-se na união de três importantes continentes: Ásia, Europa e África e sempre marcou a trilha das grandes rotas comerciais, conforme nos indicam os mais antigos registros da história humana, também é o ponto de encontro das 3 grandes religiões: Judaísmo, Islamismo e Cristianismo.
Qual a sua opinião sobre a postura do Vaticano frente a emancipação da Palestina tornando-se uma nação? O papa Francisco apoiará essa causa? A Palestina será aceita na ONU como uma Nação ou seja um Estado independente?
O cardeal jesuíta Bergoglio (como o cargo de papa é vitalício wikipédia, Bento enquanto estiver vivo, ele é o papa), está indo a Israel e a Palestina com essa finalidade, apoiar a causa palestina diante de todo o mundo e preparar caminho para a formação do Estado Palestino! Atualmente ele hoje é considerado pela grande mídia mundial como: O “paladino da justiça e dos pobres” e usará de toda a sua influência para preparar o caminho na ONU para a formação do Estado Palestino (algo que até há pouco tempo atrás era era impensável), e isto será será considerado um “Milagre Papal”: Unir judeus e palestinos!
O que poderia ter mais relevância mundial do que unir os descendentes dos 2 filhos de Abraão (Isaque e Ismael) que representam as 2 famílias que mais de odeiam na face da Terra? Judeus e árabes-palestinos.
Isso será algo único, emblemático, será a grande celebração da união da “família humana” e para comemorar esse “grande feito” nada melhor do que instituir um dia católico pagão de adoração, o “Dia do Sol” (domingo em inglês é sunday), que a igreja romana chama de “Dia da Família” como sendo o “Dia do Senhor” em pleno Israel, vejo aqui nesse vídeo como isso já está acontecendo…
Porém, essa paz e segurança durará apenas em um primeiro momento: “Quando andarem dizendo: Paz e segurança, eis que lhes sobrevirá repentina destruição, como vêm as dores de parto à que está para dar à luz; e de nenhum modo escaparão.”  [1 Tessalonicenses 5.3]
Como acha que Israel e seus governantes permitirão que a Palestina se torne uma nação independente?
Jerusalém está sendo preparada para receber o trono do anticristo! O domínio de Jerusalém não ficará nem com Israel nem com os Palestinos e sim com o papa! O próprio anticristo estabelecerá o seu trono em Jerusalém, será na verdade um cumprimento diabólico e falso da profecia em Jeremias 3.17 que revela que um dia, o verdadeiro trono que estará ali será o Trono de Cristo!
“Naquele tempo, chamarão a Jerusalém de Trono do Senhor; nela se reunirão todas as nações em nome do Senhor…”  [Jeremias 3.17]
O nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo há mais de 2.000 anos atrás profetizou sobre esse engano:
“Eu vim em nome de meu Pai, e não me recebeis; se outro vier em seu próprio nome, certamente, o recebereis.” [João 5.43]
“Eles, porém, clamavam: Fora! Fora! Crucifica-o! Disse-lhes Pilatos: Hei de crucificar o vosso rei? Responderam os principais sacerdotes: Não temos rei, senão César! [João 19.15]
Vemos que assim como está em Eclesiastes 1.9: “O que foi é o que há de ser; e o que se fez, isso se tornará a fazer…”
Atualmente o “monte santo” está ocupado pelo templo islâmico, porém o texto em Daniel 11.45 revela que:
“E (o papado, o Rei do Norte) armará suas tendas do seu palácio (seu governo) entre o grande mar (mar mediterrâneo) e o monte santo e glorioso (o monte do templo)…”
A entrega do controle de Jerusalém e consequentemente o Monte do Templo para o papado, que será chamado como o único capaz de intermediar o grande conflito entre judeus e palestinos que será gerado pela formação do Estado Palestino, culminará com uma cerimônia apostata consolidando o Ecumenismo Mundial! A verdade é que o Estado de Israel e o futuro Estado Palestino estão sendo preparados para serem em breve, o palco mundial dos acontecimentos finais, os conflitos aumentarão naquela região e o papado estará esperando o momento certo para declarar que, Jerusalém é um território internacional e, assim, ficará sob a custódia do Vaticano.
Em meio a essa crise terrível que se encontra diante de nós, você teria uma mensagem de esperança para nos dar?
Com certeza, em meio a tudo isso, um GRUPO ESPECIAL de pessoas está se formando… São 144.000 pessoas espalhadas pela terra, sua igreja espiritual, esses sim são os “verdadeiros judeus” que espelharão perfeitamente o caráter de Cristo sobre a terra:
“Porque não é judeu quem o é apenas exteriormente, nem é circuncisão a que é somente na carne. Porém judeu é aquele que o é interiormente, e circuncisão, a que é do coração, no espírito, não segundo a letra, e cujo louvor não procede dos homens, mas de Deus. [Romanos 2.28-29]
“Dessarte, não pode haver judeu nem grego; nem escravo nem liberto; nem homem nem mulher; porque todos vós sois um em Cristo Jesus. E, se sois de Cristo, também sois descendentes de Abraão e herdeiros segundo a promessa.” [Gálatas 3.28]
A profecia em Daniel 11.44 revela que os rumores do oriente espantarão o papado:
“Mas, pelos rumores do Oriente e do Norte, será perturbado e sairá com grande furor, para destruir e exterminar a muitos.” [Daniel 11.44]
Logo no início do versículo a conjunção “Mas” faz toda a diferença e indica o “Momento da Virada”. Esses rumores do Oriente representarão a mensagem poderosa do Alto Clamor pelos fiéis que foram selados e batizados no Espírito de Cristo e proclamação as boas novas da chegada do Verdadeiro Rei do Norte; o Norte é o lugar da habitação de Deus e de lá que vem o nosso Redentor, algo assustador interromperá a marcha triunfal do papado; há um grupo de oposição que pela chuva serôdia do Espírito Santo fará tremer o papado, e (o papado) sairá com grande furor, para destruir o extirpar a muitos. (Daniel 11:44).
Nessa perseguição que antecede o fechamento da porta da graça ainda existirão mártires. A palavra “mas” é muito importante nesse contexto. Chama a atenção exatamente para o momento em que o papado percebe que existe um grupo de oposição mais forte que ele! São destemidos, corajosos, ousados e falam abertamente contra o anticristo e o sinal da besta; pregam poderosamente sobre o Selo do Deus Vivo e a salvação em Jesus!
Quando tudo parece estar indo bem para o papado, surgem os “rumores do Oriente e do Norte”! Aí o falso rei do norte tremerá nas suas bases, saberá que se aproxima o Redentor de toda a Terra!, Aliás não parece estranho que o rei do Norte trema com os “rumores do Oriente e do Norte”? Ora, se ele fosse o verdadeiro rei do Norte, não deveria tremer diante dos rumores que vem do Norte!
Para finalizar gostaria de dizer aos nossos irmãos que estou escrevendo um livro chamado: “O Abominável da Desolação na Terra Gloriosa“.
Aqueles que desejarem adquirir seu exemplar escrevam por favor para o e-mail spiritualgroup@hotmail.com.
Nossa intenção é levar esclarecimento à todas as pessoas, portanto esse livro não será vendido por nenhum valor específico, bastando apenas uma doação de qualquer valor e será enviado para todos que nos escreverem acima, assim que estiver pronto.

Luiz Fernandes tem uma série de estudos bíblicos no Spiritual Group



Pesquisar este blog

Carregando...
VEJA ABAIXO: POSTAGENS POPULARES

Israel (clic na imagem)