Translate to your language

quinta-feira, 5 de março de 2015

Predições: Igreja e Israel


Há uma tendência no sentimento humano de fazer predições. A Palavra de Deus nos diz: "As coisas encobertas pertencem ao Senhor nosso Deus, porém as reveladas nos pertencem a nós e a nossos filhos para sempre ... "(Dt. 29:29). Há necessidade de conhecer-mos as últimas coisas, através do ensino da Palavra de Deus. No que concerne à igreja e à nação Israelita, a Bíblia diz que a Igreja será arrebatada e Israel restaurada. Vejamos:

1) Em relação à Igreja:''Na casa do meu Pai há muitas moradas, se assim não fora, eu vo-lo teria dito, vou preparar-vos lugar. E quando Eu for e vos preparar lugar, voltarei outra vez e vos receberei para mim mesmo, para que onde Eu estiver, estejais vós também".(João 14:2-3). Ora, ainda vos declaramos por palavra do Senhor, isto: nós os vivos, os que ficarmos até a vinda do Senhor, de modo algum precederemos os que dormem. Porquanto, o Senhor mesmo, dada a sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro; depois nós, os vivos, os que ficarmos, seremos arrebatados juntamente com Ele, entre nuvens, para o encontro com o Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor". (1 Ts. 4: 15-17). "Pois a nossa pátria está nos céus, de onde também aguardamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo, o qual transformará o nosso corpo de humilhação para ser igual ao corpo de sua glória, segundo a eficácia do poder que Ele tem de até subordinar a si todas as coisas. (Fl 3 :20-21)

"Amados, agora somos filhos de Deus e ainda não se manifestou o que havernos de ser. Sabemos que, quando Ele se manifestar, seremos semelhantes a Ele, porque havemos de vê-lo como Ele é".(1 Jo 3:2) "Bem aventurado e santo é aquele que tem parte na 1ª ressurreição: sobre esses a segunda morte não tem autoridade, pelo contrário, serão sacerdotes de Deus e de Cristo e reinarão com Ele os mil anos".(Ap. 20:6). "E eu, João, vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que descia do Céu, da parte de Deus, ataviada como noiva adornada para seu esposo".(Ap. 21 :2).

Em relação à nação de Israel, as promessas de bênçãos futuras mencionadas na Palavra de Deus e a restauração do povo de Deus como nação, falaremos nas próximas pastorais. Acompanhe, conferindo os textos e lendo a Palavra de Deus em oração.

Em Lucas 1 :31-32, encontramos registradas sete promessas a Maria, a respeito de Jesus Cristo e de Israel. Destas, cinco já se cumpriram literalmente. Por fé e regra de interpretação, os estudiosos da Bíblia são autorizados a declarar que as duas restantes serão cumpridas. .

Que o Nosso Deus derrame sobre nós as suas mais maravilhosas promessas.

Por: Rev. Roberval de Andrade Lira
Fonte: Internet – Google imagens

Volta da “tribo perdida de Israel” é cumprimento de profecia bíblica

Etnia judia que vive na Índia seria descendente do patriarca José
Depois de uma parada de cinco anos no fluxo de imigração, o governo do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu deu permissão para uma comunidade de cidadãos indianos mudarem-se para o Estado judeu.

Acredita-se que eles são uma das “tribos perdidas de Israel”. “Tivemos um grande avanço, e graças a Deus, a Aliya [a imigração para Israel] está certo que recomeça neste verão. Esperamos e oramos para que o primeiro grupo de 50 famílias, ou cerca de 250-300 imigrantes Bnei Menashe, virá para Israel até o final de agosto”, disse Michael Freund, presidente da Shavei Israel, fundação que está por trás da iniciativa.

A Shavei, com sede em Jerusalém, espera trazer para o Estado judaico todos os 7.000 cidadãos indianos restantes que acreditam ser os Bnei Menashe, descendentes de Manassés, filho do patriarca bíblico José e neto de Jacó.

A organização liderada por Freund ajudou a facilitar a imigração de mais de 1.700 Bnei Menashe no passado, sempre com o apoio dos governos israelenses. Até que em 2007, o primeiro-ministro Ehud Olmert interrompeu o processo, que somente agora está sendo retomado.

O plano da Shavei é levar essas 50 famílias Bnei Menashe para Israel como turistas, seguindo o acordo com o Ministério do Interior. Após desembarcarem no país, os Bnei Menashe se converterão oficialmente ao Judaísmo, ganhando assim a cidadania israelense.

Esse era o procedimento adotado em anos passados, mas alguns funcionários de ministérios israelenses se recusam a conceder permissão para que o restante desse grupo que ainda está na Índia viaje com esse propósito.Para suavizar o processo, Freund espera contar novamente com a ajuda do chefe do rabinato de Israel, que voou para a Índia em 2005 para converter os membros da Bnei Menashe. Esse processo foi interrompido no ano passado pela Índia.

O que se sabe no momento é que os membros da “tribo perdida” vivem nos Estados indianos de Manipur e Mizoram. Eles dizem que foram exilados de Israel há mais de 2.700 anos atrás pelo império assírio. De acordo com a tradição oral judaica, a tribo Bnei Menashe foi exilada de Israel e empurrada para o Extremo Oriente, se estabelecendo nas regiões fronteiriças da China e da Índia, onde permanecem até hoje.

A maioria manteve aspectos culturais semelhantes à tradição judaica, incluindo a observação do Shabat [sábado sagrado], as leis do Kosher [alimentos permitidos], praticando a circuncisão dos meninos recém-nascidos no oitavo dia e as leis de “pureza familiar”.

Na década de 1950, milhares de Bnei Menashe disseram que partiriam a pé para Israel, mas foram rapidamente interrompidos pelas autoridades indianas. Desde então, começaram a praticar o judaísmo ortodoxo e se comprometeram em manter suas tradições judaicas. Hoje, frequentam centros comunitários na Índia estabelecidos pela Shavei Israel onde aprendem mais sobre a religião judaica e hebraico moderno.

Freund acredita que a imigração dos Bnei Menashe é o cumprimento da profecia bíblica de Isaías 43:5-7, que afirma: “Não tenha medo, pois eu estou com você, do oriente trarei seus filhos e do ocidente ajuntarei você. Direi ao norte ‘Entregue-os! ’ e ao sul ‘Não os retenha’.
De longe tragam os meus filhos, e dos confins da terra as minhas filhas; todo o que é chamado pelo meu nome, a quem criei para a minha glória, a quem formei e fiz”.

“Acho que este é um projeto histórico”, acrescentou. “É o fechamento de um círculo na história. É o retorno de uma tribo perdida de Israel depois de 27 séculos de exílio. É um cumprimento da profecia bíblica diante de nossos olhos”.

Traduzido e adaptado de WND - por Jarbas Aragão - http://noticias.gospelprime.com.br/volta-da-tribo-perdida-de-israel-e-cumprimento-de-profecia-biblica/
Imagem: Internet-Google imagens

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Estado Islâmico invade vilarejo e sequestra 100 cristãos sírios

Fontes afirmam que em um dos vilarejos todos os homens foram mortos e as mulheres e crianças foram levadas como reféns

Mais um vilarejo cristão foi atacado pelos terroristas do Estado Islâmico na Síria. Nesta segunda-feira (23) centenas de cristãos, entre mulheres e crianças, foram sequestrados pelos jihadistas no vilarejo de Tall Tamr, no nordeste do país.
Segundo a revista norte-americana Newsweek, os extremistas resolveram separar os homens das mulheres e crianças, enviando os homens para as montanhas de Abd al-Aziz.
Não há informações sobre a quantidade exata de pessoas que foram retiradas de suas casas e levadas pelos soldados do EI, acredita-se que muitos dos reféns serão usados como troca por prisioneiros levados pelos militantes curdos que combatem os terroristas.
Além de levar as pessoas pra fora da vila, os terroristas também incendiaram a igreja católica local.
Ataques em vilas próximas
A segunda-feira foi bastante sangrenta na região nordeste da Síria, pelo Instagram o ministério Eu Escolhi Esperar pediu oração pelos cristãos dos vilarejos de Tal Hermez e Hazaka, localizados a 300 km de Mossul, no Iraque.
Fontes da Missão em Apoio à Igreja Sofredora (MAIS) afirmaram que nessas vilas todos os homens foram mortos e as mulheres e crianças levadas como reféns. As igrejas foram queimadas e as propriedades tomadas pelos jihadistas que estavam fortemente armados.

Fonte: por Leiliane Roberta Lopes  - http://noticias.gospelprime.com.br/estado-islamico-sequestra-cristaos-sirios/

Imagem: http://noticias.gospelprime.com.br/estado-islamico-sequestra-cristaos-sirios/

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

A Igreja perfeita


Quem está procurando a igreja perfeita, aqui na terra, não irá encontrá-la, porque a igreja perfeita é constituída dos salvos em Jesus que estão na glória.
Quem está procurando a igreja perfeita, se a encontrar, e se integrar nela, essa igreja deixará de ser perfeita, porque sendo ele (ou ela) pecador, como qualquer mortal, irá manchá-la com sua presença pecadora.
Quem está procurando a igreja perfeita, nestas condições terrenas, não irá encontrá-la, porque ela, aqui, é militante, o que significa que seus membros estão ainda em processo de santificação, que se consumará somente na eternidade, após a morte, quando se desfizerem da carne.
Quem está procurando a igreja perfeita, provavelmente não se lembra da parábola do joio e do trigo, metáfora usada por Jesus, para mostrar que, na igreja, haverá crentes autênticos ( o trigo) e crentes aparentemente autênticos, mas falsos (o joio). E segundo a Palavra do Mestre, essa condição perdurará até ao final dos dias, quando ele mesmo separará o trigo do joio, pois só Cristo conhece os que são seus.
Quem está procurando a igreja perfeita, com essa postura, não gostaria de participar do colégio apostólico, porque, no pequeno número dos doze, havia um cético (Tomé), um impulsivo e mentiroso (Pedro), dois irmãos com desejo de vingança (Tiago e João), e até um traidor (Judas).
Com exceção do traidor, Jesus os escolheu, não por que fossem santos e perfeitos, mas pelo que ele iria fazer deles, e com eles, para a sua glória.
Quem está procurando a igreja perfeita, não a encontrará, mas poderia (e deveria) se engajar na igreja militante, e contribuir, com a sua presença e o seu desejo de uma vida santa, para que ela pudesse melhorar ainda mais e ficasse mais parecida com o padrão que para ela deseja.
Porque, afinal, apesar do joio, o trigo continuará a crescer, florescendo e produzindo frutos que abençoarão a muitos, porquanto, a despeito de algumas imperfeições, a igreja ainda é o melhor ambiente sobre a terra para a nossa edificação, para a instrução na justiça, para o conhecimento do evangelho e da salvação em Jesus e, enfim, para a comunhão com os irmãos e com Deus. 
Quem está procurando a igreja perfeita, é certo que não irá encontrá-la, mas haverá de encontrar uma agência dela aqui na terra, que não só irá mostrar-lhe o caminho para chegar até ela, como também o único meio para alcançá-la, que é a fé no sacrifício de Jesus, o qual deixou aqui seus representantes aqueles que ele comprou com seu bendito sangue, e que mantêm firmes na fé, com a assistência do seu Espírito. Esta ainda não é, mas será a igreja per feita, que estará diante do Senhor, glorificando o seu nome por toda a eternidade. Amém.

Autor: Thiago R. Rocha- O Rev. Thiago R. Rocha é pastor jubilado e pastor emérito das Igrejas do Riachuelo e do Grajaú, no Rio de Janeiro,RJ
Imagem: Internet-Google imagens


Pesquisar este blog

Carregando...
VEJA ABAIXO: POSTAGENS POPULARES

Israel (clic na imagem)