Divulgador de Cristo

Imagens em Movimento

3homens 3homens Natural

Divulgador de Cristo

Arrebatamento

Jesus Cristo

Fim dos tempos

Você sabia

versículos biblicos

Evangelização/Reflexão

Conhecendo as Escrituras

Anjos

Saiba quem é Jesus o Cristo

Salmos 23

O Lamento do Messias

Redes Sociais

Translate into your language

sexta-feira, 31 de julho de 2009

2 Pedro 1: 1-21

1.1 Simão Pedro, servo e apóstolo de Jesus Cristo, aos que conosco obtiveram fé igualmente preciosa na justiça do nosso Deus e Salvador Jesus Cristo, 1.2 graça e paz vos sejam multiplicadas, no pleno conhecimento de Deus e de Jesus, nosso Senhor. 1.3 Visto como, pelo seu divino poder, nos têm sido doadas todas as coisas que conduzem à vida e à piedade, pelo conhecimento completo daquele que nos chamou para a sua própria glória e virtude, 1.4 pelas quais nos têm sido doadas as suas preciosas e mui grandes promessas, para que por elas vos torneis co-participantes da natureza divina, livrando-vos da corrupção das paixões que há no mundo, 1.5 por isso mesmo, vós, reunindo toda a vossa diligência, associai com a vossa fé a virtude; com a virtude, o conhecimento; 1.6 com o conhecimento, o domínio próprio; com o domínio próprio, a perseverança; com a perseverança, a piedade; 1.7 com a piedade, a fraternidade; com a fraternidade, o amor. 1.8 Porque estas coisas, existindo em vós e em vós aumentando, fazem com que não sejais nem inativos, nem infrutuosos no pleno conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo. 1.9 Pois aquele a quem estas coisas não estão presentes é cego, vendo só o que está perto, esquecido da purificação dos seus pecados de outrora. 1.10 Por isso, irmãos, procurai, com diligência cada vez maior, confirmar a vossa vocação e eleição; porquanto, procedendo assim, não tropeçareis em tempo algum. 1.11 Pois desta maneira é que vos será amplamente suprida a entrada no reino eterno de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. 1.12 Por esta razão, sempre estarei pronto para trazer-vos lembrados acerca destas coisas, embora estejais certos da verdade já presente convosco e nela confirmados. 1.13 Também considero justo, enquanto estou neste tabernáculo, despertar-vos com essas lembranças, 1.14 certo de que estou prestes a deixar o meu tabernáculo, como efetivamente nosso Senhor Jesus Cristo me revelou. 1.15 Mas, de minha parte, esforçar-me-ei, diligentemente, por fazer que, a todo tempo, mesmo depois da minha partida, conserveis lembrança de tudo. 1.16 Porque não vos demos a conhecer o poder e a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo seguindo fábulas engenhosamente inventadas, mas nós mesmos fomos testemunhas oculares da sua majestade, 1.17 pois ele recebeu, da parte de Deus Pai, honra e glória, quando pela Glória Excelsa lhe foi enviada a seguinte voz: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo. 1.18 Ora, esta voz, vinda do céu, nós a ouvimos quando estávamos com ele no monte santo. 1.19 Temos, assim, tanto mais confirmada a palavra profética, e fazeis bem em atendê-la, como a uma candeia que brilha em lugar tenebroso, até que o dia clareie e a estrela da alva nasça em vosso coração, 1.20 sabendo, primeiramente, isto: que nenhuma profecia da Escritura provém de particular elucidação; 1.21 porque nunca jamais qualquer profecia foi dada por vontade humana; entretanto, homens [santos] falaram da parte de Deus, movidos pelo Espírito Santo.




Como vimos nos versos acima, o apóstolo Pedro afirmando que ele e os demais apostolos obtiveram fé na justiça de Deus e Salvador Jesus Cristo, e desejoso que a graça e a paz sejam multiplicadas no pleno conhecimento de Deus e Jesus a todos os povos, que pelo divino poder de Deus e Cristo foi-nos dado todas as coisas que conduzem a vida e à piedade, que também tem sido dadas as muitas promessas que servem para não ficarmos inativos no conheciemnto de Jesus Cristo. Ele afirma que precisamos estar seguros nas coisas de Deus tais como: diligência, fé, virtude, conhecimento, domínio próprio, perseverança, piedade, fraternidade e o amor. Possuindo estas coisas, não seremos inativos no conhecimento de Jesus Cristo. Ele afirma também que aquele a quem estas coisas não está presente é um cego, pois vê só o que está perto dele, nem lembra-se da purificação de seus pecados de antes. Ele afirma e ensina que procedendo assim , não tropeçaremos em tempo algum e que também é cada vez mais suprida a entrada no Reino do Senhor Jesus Cristo o nosso Salvador. O apóstolo mostra também que depois dele, as pessoas devem seguir esse exemplo, lembrando que foi um caso real, eles estiveram presentes com o Senhor Jesus, andaram com Ele, comeram, beberam, fizeram muitas missões, testemunharam curas e milagres, assistiram a descida do Espirito Santo, ouvindo a voz de Deus falando que Jesus é o seu Filho amado. Afirma e ensina também a quem ainda tem dúvidas sobre quem escreveu a bíblia. Muitos questionam que a biblia foi escrita por homens iguais a nós, sim foi! Só que homens movidos pelo Espirito Santo de Deus, para escrever, porque trata-se da palavra saída da boca de Deus, e não seria para qualquer um expressar o que Deus queria ensinar a seus filhos não. O apóstolo afirma que “ jamais” qualquer profecia foi escrita por vontade humana. Portanto ninguém mais apropriado para que creiamos no que foi deixado escrito para nós por eles os apostolos e os profetas.
Pensemos nisso, e procuremos estar blindados revestidos da couraça que é a palavra de Deus deixada para nós.