Divulgador de Cristo

Imagens em Movimento

3homens 3homens Natural

Divulgador de Cristo

Arrebatamento

Jesus Cristo

Fim dos tempos

Você sabia

versículos biblicos

Evangelização/Reflexão

Conhecendo as Escrituras

Anjos

Saiba quem é Jesus o Cristo

Salmos 23

O Lamento do Messias

Redes Sociais

Translate into your language

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

MENSAGEM PASTORAL - Descansando na Fidelidade do Senhor

Quando “tentamos” compreender a profundidade e complexidade de Deus, chegamos a uma real conclusão: “na realidade, servimos a um Deus desconcertante”.
Isto porque, há coisas que o criador faz e realiza que ultrapassa os limites do raciocinio, da lógica e da compreensão humana. Veja o exemplo do povo de Israel.
Israel havia sido levado cativo para a Babilônia (586a.C) por causa de sua transgressão e desobediência para com Deus e ainda o seu abandono à Palavra e as promessas do Senhor.
Deus permitiu que a nação de Israel sucumbisse nas mãos do rei babilônico Nabucodonosor.
No entanto, lá no cativeiro, Ele (Deus), levanta o profeta Jeremias, e diz a este profeta: “ põe a boca no pó; talvez ainda aja esperança” (Lm. 3; 29).
E foi das ruínas e do pó, que o Senhor levantou Israel novamente como uma grande nação.
No Livro de Lamentações de Jeremias no capitulo três, o Senhor diz que as misericórdias Dele são a causa de não sermos consumidos; pois elas não têm fim e se renovam a cada manhã (Lm. 3;22).
E o que dizer de sua fidelidade, ela é grande e não tem fim. Como também é grande o nosso Deus. Por isso vale a pena descansar na fidelidade do Senhor.
De certa forma, como a nação de Israel na época do cativeiro babilônico, muitos crentes hoje em dia seguem o mesmo mau exemplo deste povo.
Pois negligenciam a obra do Senhor por estarem mais ligados, às “ coisas” do mundo do que a obra de Deus.
E para se justificarem de suas negligencias e más atitudes, lançam as desculpas mais “esfarrapadas” e esdúxulas possíveis.
Mas, para aquele que permanece fiel a Deus, Ele, promete ser fiel também para com este. Porque Deus não costuma ter compromisso com quem não tem compromisso com Ele.
A fidelidade de Deus, é de eternidade à eternidade para com aqueles cujo o coração é totalmente Dele.
O profeta Jeremias, podia confiar e descansar na fidelidade de Deus, por isso, orou ao Senhor em busca de uma solução para a situação adversa que ele e o povo de Israel estava vivendo.
E Deus em resposta a esta oração disse a Jeremias: “põe a boca no pó, talvez ainda haja esperança”.
Em Cristo Jesus, Rev. José Roberto