Divulgador de Cristo

Imagens em Movimento

3homens 3homens Natural

Divulgador de Cristo

Arrebatamento

Jesus Cristo

Fim dos tempos

Você sabia

versículos biblicos

Evangelização/Reflexão

Conhecendo as Escrituras

Anjos

Saiba quem é Jesus o Cristo

Salmos 23

O Lamento do Messias

Redes Sociais

Translate into your language

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

MENSAGEM PASTORAL - A Gratuidade da Salvação


Um dos problemas mais corriqueiros da vida das pessoas neste século é a questão da crise de identidade. A qual, vez por outra, invade o coração, os pensamentos, a vida, modificando as atitudes e causando inseguranças, tais como: Quem sou eu? De onde vim? Para onde vou? O que estou fazendo aqui? Mas essa crise deveria ser em suma, entendida não como algo ruim, mas como uma reflexão necessária para se chegar a uma conclusão na vida e tomar um rumo definitivo. É por meio dessa reflexão que se descobre que veio de Deus; que está aqui para fazer a vontade de Deus e que voltará para Deus no momento que Ele mesmo determinar.
Saberá, também, que não depende de si mesmo e que só está aqui por uma concessão. É por essa reflexão que se chega à conclusão que o céu domina (como no caso do rei da Babilônia na época do Profeta Daniel). Preciso entender que:
  1. A salvação não depende de mim:- Ela não me pertence! A Salvação é de Deus! Não sou salvo simplesmente porque eu quero ser salvo, mas porque Deus quer que eu seja.Se a minha Salvação dependesse de mim, como querem os postulantes da Teologia de Acobus Arminius, eu estaria perdido, pois não teria a condição nem de crer, quanto mais de receber tão grande benção. Tudo é de Deus e Ele dá a quem quer. Isto é Eleição! Você não entendeu? Nem eu! Mas a Escritura diz assim!
  2. A Salvação é Concedida de Graça:- Nada do que eu fizer para ter a Salvação tem algum valor diante de Deus; mas ela é aplicada a mim por um ato soberano da Livre Graça de Deus. A Salvação é uma resolução do Conselho Soberano de Deus, no qual, diz a Escritura, ninguém pode interferir. “Agindo eu , quem impedirá”? (Isaías 43:13). O que é graça? O Dicionário Teológico diz que é “Favor Imerecido”. Quer dizer: Ninguém tem merecimentos para receber o Dom da Graça e ser salvo. Mas Deus, Rico em Misericórdia, dá àqueles a quem amou antes da fundação do mundo. Dá para explicar? Não! É Deus!
  3. A Salvação é recebida pela Fé: Também não devemos nos preocupar com isso, com uma crise de fé, achando que estamos de maneira total perdidos, porque não temos fé o suficiente para sermos salvos. Quem disse isso? Isso é mentira de Satanás! Quando Jesus chamou seus discípulos de “homens de pequena fé', estava falando da falta de capacidade para a realização de milagres, de crer na presença de Jesus e de superar todas as controvérsias por amor ao Senhor. A Fé para a Salvação é Deus quem dá (Judas 3), e ela vem pelo ouvir a Pregação do Evangelho (Romanos 10.17). Somente o fato de crer, simplesmente, a posteriori a ação salvadora de Deus, já é suficiente ás exigências do Senhor. A permanência nesta fé, nesta crença, é promoção de Deus, por sua Providência, que nos faz perseverar até o fim. Quando você abre o coração para crer é que Deus já fez uma grande obra em você e você está salvo! É a Grandeza de Deus!
É Lógico que eu, que já sou salvo! Não tenho que viver vida de perdido, mesquinha, egoísta, achando que tudo tem que girar em torno de mim. Mas eu tenho que ser submisso ao Senhor e crer que sou salvo por causa da Misericórdia dele somente, e, por isso, tenho de contribuir para a salvação de outros, providenciando para que eles sejam alcançados pela Pregação do Evangelho e recebam a Fé Salvadora.
Se eu não me preocupo com isso, onde está a minha fé e a minha salvação? O apostolo Tiago faz essas perguntas e diz; “mostra-me esta tua fé sem as obras e eu, com as obras, te mostrarei a minha fé”. ( Tiago 2:18). as obras fazem parte da demonstração da fé que há em nós!

Rev. Jair Sabino de Oliveira