Divulgador de Cristo

Imagens em Movimento

3homens 3homens Natural

Divulgador de Cristo

Arrebatamento

Jesus Cristo

Fim dos tempos

Você sabia

versículos biblicos

Evangelização/Reflexão

Conhecendo as Escrituras

Anjos

Saiba quem é Jesus o Cristo

Salmos 23

O Lamento do Messias

Redes Sociais

Translate into your language

sábado, 14 de novembro de 2009

Declarações Equivocadas

Dias atrás vimos através da imprensa falada e escrita uma comparação feita através do Chefe de Estado Brasileiro o Presidente da Republica uma comparação relacionando religião x politica. Em declaração o mesmo afirma que:“–Se Jesus Cristo viesse para cá e Judas tivesse a votação num partido qualquer, Jesus teria de chamar Judas para fazer coalizão.”

Em primeiro lugar devemos ter o máximo de respeito pelo Senhor Jesus porque Ele é o Filho de Deus, “não filho de homens, nem filho de deus" porque existem vários deuses para muitos, até Satanás é um deus, mas para aquele que realmente teme e reconhece, só existe um que é o Criador do Universo, e Jesus é seu Filho que sempre existiu desde o inicio com Deus.
Jesus não foi criado, Jesus é Deus. Quando formos abrir nossas bocas para proferirmos qualquer palavra sobre Jesus devemos refletir o que vamos falar, porque se não temos certeza nem crença o bastante é melhor calar. Quem lê as Escrituras Sagradas sabe que Jesus é o nosso Salvador, Ele foi designado para dar a vida por nós que estamos “mortos em delitos e pecados” , veio a terra, morreu, assumiu toda nossa culpa para nos salvar no ultimo dia da sua volta. Ele será nosso advogado para entrada no Paraíso, como é que Ele serve de comparações baseadas nas trapalhadas humanas como se fosse um de nós pecadores por natureza? Se pararmos para analisar: Judas foi o traidor do Senhor Jesus, o Espirito de Deus não habita nele, ele não pertence ao reino de Deus, por que Jesus iria fazer conluio com um filho da perdição como a Palavra de Deus bem menciona no livro de João? “ Quando eu estava com eles, guardava-os no teu nome, que me deste, e protegi-os, e nenhum deles se perdeu, exceto o filho da perdição, para que se cumprisse a Escritura.(João 17.12). Essas palavras foram ditas por Jesus dizendo que Judas é o filho da perdição. Lamentavelmente é vergonhoso em pleno século XXI vermos tantos absurdos relacionados a Autoridade Máxima e Suprema que é a Trindade. Isso numa visão globalizada. Diante disso só nos resta dobrarmos nossos joelhos e orarmos para que o conhecimento da Palavra de Deus entre nos nossos corações e mentes!

por Joseval Oliveira