Divulgador de Cristo

Imagens em Movimento

3homens 3homens Natural

Divulgador de Cristo

Arrebatamento

Jesus Cristo

Fim dos tempos

Você sabia

versículos biblicos

Evangelização/Reflexão

Conhecendo as Escrituras

Anjos

Saiba quem é Jesus o Cristo

Salmos 23

O Lamento do Messias

Redes Sociais

Translate into your language

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

MENSAGEM PASTORAL - Conhecendo o Evangelho de Marcos.


      Vamos analisar o mais simples dos evangelhos, talvez o primeiro deles a ser escrito, mas possivelmente o que mais tem ajudado tantos incrédulos a chegar a Jesus. É o mais conhecido de todos os evangelhos, tendo apenas 16 capítulos.
      É fácil de entender, isso faz dele o livro mais indicado para se começar a estudar o Novo Testamento. Sobre a autoria desse evangelho. Papias (115 d.C.) afirmou. “Marcos, tendo-se tornado interprete de Pedro, escreveu acuradamente tudo quanto lembrou”.
      Irineu (185 d.C.) disse: “Agora, depois da morte de Pedro e Paulo, Marcos, o discípulo e interprete de pedro, também transmitiu-nos em escrito, o que Pedro pregou”.
      Marcos apresenta o Evangelho de Jesus Cristo, no cap. 1.15, como “o tempo está cumprido e o reino de Deus está próximo”. Vejamos como esse evangelista procura mostrar a pessoa de Jesus e sua mensagem.
Uma Família Temente a Deus
      Sabe-se pouco acerca do autor do Evangelho.
Entretanto, algumas passagens nos fornecem sugestões acerca de seus interpretes e de sua personalidade.       Costuma ser identificado como João Marcos, membro de uma família cristã de Jerusalém, ajudante e substituto de Paulo, Barnabé e Pedro, mencionado em At 12:12.
      Muitos acham que o anônimo jovem de Mc. 14:51 foi o próprio Marcos. Possivelmente seu lar fosse um centro de reuniões dos dirigentes cristãos em Jerusalém, pois foi a primeira casa que Pedro procurou quando foi livre da prisão, At. 12:12. Nela também ficava o cenáculo, onde se celebrou a última ceia.

Um Jovem Dedicado às Missões
      Marcos foi levado ás missões por Barnabé e acompanhou-os a Chipre, depois a Perge na Panfília, mas não prosseguiu até o final da primeira viagem missionária, At. 13:15; 15:38.  Amadureceu no decorrer dos anos, como vemos no seu relacionamento com Barnabé e, depois, com Paulo.

Discípulo de Pedro, Amigo de Paulo
      Depois do episodio de Atos 15, Marcos desaparece da narrativa e só voltou a ser citado 10 anos mais tarde, em Cl. 4:10, quando esteve com Paulo em sua prisão, em Roma. Tempos depois, Paulo diz que ele lhe é útil no ministério, IITm. 4:11.
Também trabalhou junto com o apóstolo Pedro, 1Pe. 5:13.

Como Marcos Apresenta Jesus
      Marcos deve ter escrito particularmente para encorajar os cristãos romanos perseguidos, pois apresenta Cristo como um servo em ação. 10:45, identificando-o com “o servo do Senhor” de Is. 42:1. Os ventos e as narrativas mostram sempre Jesus agindo, fazendo milagres, curando, pregando, enfim servindo.

Um Servo a Serviço do Pai
      Para executar o plano divino, Jesus submeteu-se, sem reservas, à vontade de Deus, Fp. 2:6 e 7. No Getsemâni, Ele demonstra esta verdade ao dizer: ”não seja o que eu quero, e sim o que tu queres”, 14:36. Por causa dessa aceitação, Jesus cumpriu plenamente seu ministério, sofrendo todas as afrontas, mas chegou ao seu objetivo.

Um Servo a Serviço dos Necessitados.
      Jesus não veio para ser servido, mas sim para servir e dar a sua vida em regate por muitos. 10:45. Através desse fato, Ele se identifica com os homens. Ao ler os evangelhos, Lc 5:17, alimentando a multidão, Mt. 14:19 e trazendo alegria, Mt.8:27 e Mc.5:42.

Um Servo a Serviço dos Pecadores.
      A mensagem central de Marcos é a salvação através da morte expiatória de Jesus Cristo. Ele é apresentado como o “Filho do homem que não veio para ser servido, mas para servir e dar SUA VIDA em regate por muitos”, 10:45. Marcos, termina o seu Evangelho mostrando a necessidade de ir por todo o mundo, pregando o “Evangelho da Graça”. Que transforma e restaura o pecador.

Rev. Pastor José Roberto