Divulgador de Cristo

Imagens em Movimento

3homens 3homens Natural

Divulgador de Cristo

Arrebatamento

Jesus Cristo

Fim dos tempos

Você sabia

versículos biblicos

Evangelização/Reflexão

Conhecendo as Escrituras

Anjos

Saiba quem é Jesus o Cristo

Salmos 23

O Lamento do Messias

Redes Sociais

Translate into your language

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

MENSAGEM PASTORAL - João Calvino e Os Cinco Pontos do Calvinismo.

I – Autoria
        Ao contrario do que muitos pensam, não foi João Calvino quem escreveu Os Cinco Pontos do Calvinismo.
        Talvez algumas pessoas ficarão impressionadas com esta afirmação. No entanto, a magna pergunta que se faz é: Se não foi Calvino, quem foi então?
        “Estes cinco pontos foram formulados pelo Sínodo de Dort, sínodo este convocado pelos estados gerais (da Holanda) e composto por um grupo de 84 teólogos e 18 representantes seculares, entre esses estavam 27 delegados da Alemanha, Suíça, Inglaterra e outros países da Europa reunidos em 154 Sessões, desde 13 de novembro de 1618 até maio de 1619”.
        Portanto, peca por ignorância quem afirmar ser João Calvino o autor destes cinco pontos, porque na verdade, a afirmação correta é que estes “pontos” foram fundamentados tão somente nas dourinas ensinadas por ele.
        Aliás, este sistema doutrinário, se assim podemos chamá-lo foi elaborado somente 54 anos após a morte do grande reformador (1509-1564).
II – Razão de Sua Escrita
        Os “Cinco Pontos” do Calvinismo foram formulados em resposta a um “ documento que ficou conhecido na história como “Remonstrance” ou o mesmo que “Protesto”, apresentado ao Estado da Holanda pelos “discípulos do professor de um seminário holandês chamado Jacob Hermam, cujo sobrenome latino era Arminius (1560-1609).
        Mesmo estando inserido na tradição reformada. Arminius tinha sérias dúvidas quanto à graça soberana de Deus, visto que era simpático aos ensinos de Pelágio e Erasmo, no que se refere à livre vontade do homem.
        Este documento formulado pelos discípulos de Arminius tinha como objetivo mudar os símbolos oficiais de doutrinas das Igrejas da Holanda (Confissão Belga e Catecismo de Heidelberg), substituindo pelos ensinos do seu mestre.
        Desta forma, a única razão pela qual Os Cinco Pontos do Calvinismo foram elaborados era responder ao documento apresentado pelos discípulos de Arminius.
III – Porque Cinco Pontos?
        Este documento formulado pelos alunos de Jacob Arminius tinha como teor cinco principais pontos, conhecidos como “Os Cinco Pontos do Arminianismo”.
        E como já dissemos logo acima, em resposta a estes Cinco Pontos do Arminianismo, o Sínodo de Dort elaborou também o que conhecemos como “Os Cinco Pontos do Calvinismo” ao invés de sete ou dez.
        Estes pontos do calvinismo são conhecidos mundialmente pela palavra TULIP, um acróstico popular que na língua inglesa significa:
Total Depravity               Total Depravação
Unconditional Election     EleiçãoIncondicional
LimitedAtonement           ExpiaçãoLimitada
Irresistible Grace             Graça Irresistível
Perseverance of Saints    Graça dos Santos.

Por Rev. André  do Carmo Silvério