Divulgador de Cristo

Imagens em Movimento

3homens 3homens Natural

Divulgador de Cristo

Arrebatamento

Jesus Cristo

Fim dos tempos

Você sabia

versículos biblicos

Evangelização/Reflexão

Conhecendo as Escrituras

Anjos

Saiba quem é Jesus o Cristo

Salmos 23

O Lamento do Messias

Redes Sociais

Translate into your language

sábado, 22 de maio de 2010

MENSAGEM PASTORAL - Filhos Afastados da Igreja

"E, levantando-se, foi para seu pai. Vinha ele ainda longe, quando o seu pai o avistou, e, compadecido dele, correndo, o abraçou, e beijou” (Lc. 15:20).

Uma das grandes preocupações que os pais cristãos experimentam hoje em dia é com relação aos filhos que estão distanciados ou afastados da igreja.
São muitos aqueles que sofrem a dor de ver os filhos que cresceram na igreja, viverem hoje sem nenhum compromisso com a igreja ou o corpo de Cristo. Sem contar aqueles, que nem sentem a falta da comunhão que eles nutriam no seio da igreja.
Filhos que se tornaram membros (que eram assíduos), participaram de várias atividades da igreja, grupos musicais, peças teatrais etc, mas por algum motivo resolveram abandonar tudo e viver uma vida dissoluta e totalmente oposta aos ensinamentos bíblicos recebidos enquanto estavam na igreja.
Essa é uma situação vivida por milhares de famílias, incluindo lares de pastores, presbíteros, diáconos e outros líderes cristãos.
Ninguém está livre de um dia ter o dissabor de ver os filhos distanciados da comunidade cristã. Entretanto, é bom observar o que dizem as Escrituras Sagradas, e ver que aqueles que estão fora da igreja deixam de receber muitas bençãos, e que alguma coisa está errada em suas vidas.
A julgar o que aconteceu com aquele jovem que pediu a sua herança ao seu pai e gastou tudo o que tinha com amigos e meretrizes, diríamos que, para os que estão fora da igreja, o seu futuro é um tanto tenebroso.
Pois, da mesma forma que aquele jovem passou por necessidades por está longe de seu pai, muitos hoje enfrentam privações, dificuldades , dissabores e sofrimentos por estarem longe dos “caminhos” do Senhor.
O afastamento da igreja acarreta sérios problemas e duras consequências.
Entre elas, pode-se destacar: afastamento de Deus, envolvimento com o pecado (drogas e outras substâncias alucinógenas), perda da alegria cristã, da paz com Deus e consigo mesmo, dos privilégios cristãos, degradação da moral e dos bons costumes, falta de conforto espiritual e de companheirismo cristão (comunhão).
A melhor alternativa para os pais que passam por este tipo de problema é o cultivo da leitura da Palavra de Deus (Sl. 119:9), bem como os cultos domésticos e orar sempre pelos filhos sem esmorecer, como fez a mãe do teólogo Agustinho, que orou pela conversão do seu filho durante 25 anos sem desanimar e nem esmorecer até alcançar aquilo que pedia à Deus, a conversão de seu filho.

Extraído da revista Didaquê: Rev. José Roberto.
Imagens: Internet