Divulgador de Cristo

Imagens em Movimento

3homens 3homens Natural

Divulgador de Cristo

Arrebatamento

Jesus Cristo

Fim dos tempos

Você sabia

versículos biblicos

Evangelização/Reflexão

Conhecendo as Escrituras

Anjos

Saiba quem é Jesus o Cristo

Salmos 23

O Lamento do Messias

Redes Sociais

Translate into your language

domingo, 6 de junho de 2010

Abençoada Unidade

Um dos capítulos mais envolventes dentro da vida cristã e da teologia é o que trata da existência e da vida da Igreja. O Salmo 133 cujo escritor foi Davi, homem segundo o coração de Deus, fala acerca da unidade da igreja e foi escrito sob uma atmosfera de unidade.
O Salmo descreve o povo de Israel, que pelo menos três vezes no ano, subia a Jerusalém a fim de se apresentar perante o Senhor. Sob tal clima de unidade, Davi exclamou: “Oh! Como é bom e agradável que os irmãos habitem juntos esta unidade” (Hb). Essa habitação não se refere a posições exclusivas e institucionais da igreja local.
Esse conceito de habitar juntos em união só tem conteúdo teológico correto, quando o crente ou a comunidade alcança o sentido da unidade da igreja de Jesus Cristo e se abstrai da idéia de grupos isolados e divididos à sombra de atitudes humanas e de interesses pessoais.
A união comunitária tem um preço a ser pago, para mante-la é indispensável andar na Palavra, porque o crente tem que pertencer a mesma família, habitar sob o mesmo e participar da mesma. Jesus disse: “ E Eu já não estou no mundo, mas eles estão no mundo e Eu vou para ti. Pai Santo, guarda em Teu Nome aqueles que me deste para que sejam um, assim como nós”.
Essa identificação e fraternidade entre os crentes não pode ser formal ou sacrificial, muito menos falsa, isso seria uma postura mundana, bem longe da vontade de Deus. O Espirito Santo habita em nós, então aprenda a ver Deus em seu irmão.
Uma tentativa de preservar a unidade do Senhor, uma herança que, por ser eterna, somente pode ser alimentada na Fonte de Agua Viva.
Deus é um, Pai Filho e Espirito Santo, a unidade, isto é, o Seu próprio ser é um e também é um o que Ele faz.
A igreja é um corpo, onde Cristo é o Cabeça. E tem vários membros, cada um com sua atividade especifica. A paz e comunhão deste corpo quando é quebrada ou mutilada, geralmente é resultado da ação do inimigo e da nossa permissão e participação em suas ações.
A presença de Jesus é tranqüilidade, entendimento, harmonia, paz e unidade. Por isso o salmista dizia: “Oh, quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união”.
Que o Nosso Senhor Salvador Jesus Cristo nos abençoe!

Por: Rev. Roberval de Andrade Lira
Imagens: Joseval Oliveira