Divulgador de Cristo

Imagens em Movimento

3homens 3homens Natural

Divulgador de Cristo

Arrebatamento

Jesus Cristo

Fim dos tempos

Você sabia

versículos biblicos

Evangelização/Reflexão

Conhecendo as Escrituras

Anjos

Saiba quem é Jesus o Cristo

Salmos 23

O Lamento do Messias

Redes Sociais

Translate into your language

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

A FÉ QUE VENCE O MUNDO


1 João 5: 1-5

Todo aquele que crê que Jesus é o Cristo é nascido de Deus; e todo aquele que ama ao que o gerou também ama ao que dele é nascido.
Nisto conhecemos que amamos os filhos de Deus: quando amamos a Deus e praticamos os seus mandamentos.
Porque este é o amor de Deus: que guardemos os seus mandamentos; ora, os seus mandamentos não são penosos,
porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé.
Quem é o que vence o mundo, senão aquele que crê ser Jesus o Filho de Deus?


Estamos vendo e conhecendo um ensinamento real e verdadeiro de alguem que mais que ninguém testificou sobre Cristo o Verdadeiro Filho de Deus.
João, o discípulo a quem Jesus amava. Era-lhe muito próspero do Mestre, era aquele filho e apóstolo amado que tanto O amava.
Depois da morte do Mestre Jesus Cristo, ele escreveu e testificou ao mundo sobre o verdadeiro Filho unigênito do Pai.
João esteve com Jesus, andou com Jesus, viveu com Jesus, comeu, teve conhecimento e participação em tudo que Jesus realizou no seu ministério, testemunhou milagres, curas, enfim; teve intimidade com Jesus a ponto de ser considerado o discípulo a quem Jesus amava.
Aqui ele afirma categoricamente e com todo aval de Cristo e do Pai Eterno, porque fala pela boca de Deus porque testifica os atos, obra e vontade de Deus.
Afirma que todo aquele que crê que Jesus é o Cristo, esse é nascido de Deus. É nascido do Pai que coloca no coração de cada um para crer, e seguir a Cristo.
Aquele que se recusa a crer que Jesus não é o Cristo Filho de Deus, continua sendo criatura de Deus, não é seu filho, pois rejeita a luz que veio ao mundo para iluminar o caminho daqueles a quem hão de herdar a coroa da vitória.
Afirma também que todo aquele que ama ao que o gerou (Deus), ama também ao que dEle é nascido (Cristo).
Sabemos e cremos que Jesus é nascido de Deus, ou seja, Jesus é o próprio Deus. Sempre existiu nas regiões celestiais, e é unigênito, é único, não divide sua glória com ninguém, é semelhante a Deus, pois um e outro são a mesma pessoa. Deus não foi criado. Cristo também não foi criado.
Deus sempre existiu. Cristo também sempre existiu. Ele disse eu sou o Alfa e o Ômega. Eu sou o Princípio e o fim. Toda glória me foi dada sobre todas as coisas,
porque Eu e o Pai somos um.
O Apóstolo nos ensina mediante esse viver com Cristo, essa ligação intima com Cristo, que nós também amamos uns aos outros, uma vez que todo aquele que está em Cristo é chamado "filho de Deus" vivendo na prática de seus mandamentos.
Todo aquele que é de Deus não vive na pratica do pecado, mas abstende-se dele, e se ira contra ele (pecado).
Porque está sobre ele o Espirito de Deus mediante o verter do sangue de Jesus que derramou por nós.
Deus não atende a pecador. Pelo contrário o que vive na pratica do pecado não conhece a Deus, pois se conhecesse, jamais viveria nela.
Deus nos ama se seguirmos seus mandamentos, seus ensinamentos, suas ordenanças porque elas são para o nosso bem.
Se outrora Deus exterminava do meio do seu povo todo aquele que desobedecia-lhe; agora não será diferente. Pode não ser exterminado de imediato, mas certamente morrendo sem seguir ao seu Filho perderá a salvação. Essa é uma promessa do próprio Cristo, que é quem salva a cada um de nós.
Se cada um como pai podemos dar o melhor para os nossos filhos, imagine Deus o que tem reservado para nós se resolveu enviar seu Filho para morrer por aqueles que nEle crê? Por outro lado aquele que não crê, está fora dessa promessa, porque Deus e Cristo não mentem.
Jesus não morreu por todos, mas sim por aqueles que creem unicamente nEle.
Os mandamentos, as ordenanças de Deus para conosco são de uma forma que podemos absorver e praticá-las plenamente, pois todo o que é nascido de Deus vence o mundo.
Vence o maligno, e ele (maligno) não toca em nenhum que é de Deus.
Sabemos que não é fácil vencermos o mundo, vivemos numa constante competição. Entre seguir a Deus e ao mundo!
Se pensarmos que a vida só tem sentido nesse mundo, estaremos de fato perdidos.
Se amarmos mais o mundo que a Deus, a vitória é do maligno e a derrota é de cada um, pois arderá no fogo do inferno.
Se amarmos mais a Deus que ao mundo, como Ele nos ensina, ganharemos a coroa da vitória, somos aclamados como vencedores, e estaremos ao lado de Jesus que nos prometeu estar conosco caso fossemos vitoriosos. Não desejemos ser o joio, sejamos o trigo! Porque o joio será lançado fora e será queimado.
Para que possamos vencer nessa competição, é preciso ter fé.
Sem FÉ é impossível agradar a Deus.
Para que se possa vencer o mundo, basta crer que Jesus é o Verdadeiro Filho de Deus.
Satanás admitia crer em Deus, porém nega com suas obras e não O segue.
Tentou seduzir a Cristo mesmo sabendo ser Ele o Filho de Deus.
A fé vem pelo ouvir. Ouvir a palavra gloriosa de Deus que foi nos dada gratuitamente de Deus através dos profetas, Jesus e os apóstolos.
E atualmente devemos ser seguidores e praticantes da palavra de Deus para que em nós se mantenha o Seu Verdadeiro amor.

Por Joseval Oliveira
Imagem: Internet