Divulgador de Cristo

Imagens em Movimento

3homens 3homens Natural

Divulgador de Cristo

Arrebatamento

Jesus Cristo

Fim dos tempos

Você sabia

versículos biblicos

Evangelização/Reflexão

Conhecendo as Escrituras

Anjos

Saiba quem é Jesus o Cristo

Salmos 23

O Lamento do Messias

Redes Sociais

Translate into your language

sexta-feira, 10 de junho de 2011

IRRITAÇÃO



10 de junho


LEITURA BÍBLICA:
Números 20.1-13
Sejam prontos para ouvir, tardios para falar e tardios para irar-se (Tg 1.19).

Certa vez, anos atrás, compareci ao gabinete do chefe de um departamento do governo estadual. Combinamos ir ao cartório registrar a venda de uma propriedade. Quando se levantou da cadeira, o oficial bateu com a mão nos montes de papéis espalhados sobre a escrivaninha, procurando seu maço de cigarros. Não o achando logo, falou de voz bem alta:
"Que vício desgraçado!" e partimos contentes. Um pequeno detalhe que revelou um lado desse homem, que eu ainda não tinha visto. Vemos o mesmo no caso de Moisés.
Quem lê a história desse grande homem de Deus no Antigo Testamento, não deixa de se impressionar profundamente com sua santidade e comunhão com Deus. Mas no texto de hoje você pode ter notado (talvez com surpresa) que Moisés, como qualquer um de nós, também podia perder a paciência. Diante dos queixumes do povo, Deus o mandou falar à rocha para obbter água. Porém, Moisés levantou sua vara e bateu duas vezes na rocha. Falou asperamente ao povo rebelde porque mais uma vez foi incomodado para servir o povo.
O texto não diz, mas ao que parece Moisés se cansara de tantas lutas com aquela gente que depois de anos ainda não confiava em que Deus supriria suas necessidades. Moisés perdeu uma ótima chance de confiar em Deus perante o povo. E Arão, sua porta-voz, também "entrou nessa" quando concordou com Moisés. A atitude deles privou-os de entrar na terra prometida, pois como seria se os israelitas morreram no deserto porque desobedeceram e agora os líderes não recebessem o mesmo julgamento?
Uma cristã idosa muito paciente confessou: "Foi só depois de me converter a Cristo que comecei a perceber que eu também podia me irritar." O Espírito de Deus nos faz sentir intimamente nossos pecados emocionais. Confiemos nele para nos dar seu fruto chamado "domínio próprio" (GI 5.23). - TL

Deixe Deus orientar sua vida - ele a conhece muito melhor do que você mesmo.

Fonte: Pão Diário
Imagem – Google Imagens