Divulgador de Cristo

Imagens em Movimento

3homens 3homens Natural

Divulgador de Cristo

Arrebatamento

Jesus Cristo

Fim dos tempos

Você sabia

versículos biblicos

Evangelização/Reflexão

Conhecendo as Escrituras

Anjos

Saiba quem é Jesus o Cristo

Salmos 23

O Lamento do Messias

Redes Sociais

Translate into your language

terça-feira, 21 de junho de 2011

Mensagem Pastoral- A UMBANDA E SUAS CRENÇAS


"Ora, o Espirito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensino de demônios” (1 Tm 4.1)

A Umbanda é uma religião Utilitarista, ou seja, uma religião de resultados: propõe-se a resolver, de maneira rápida, problemas muito comuns, como: a cura para uma doença ou enfermidade, a obtenção de um emprego, a restauração de um relacionamento amoroso rompido ou o pagamento de uma dívida.
Raimundo Cintra declara: “o imenso sucesso desses cultos, em meios populares, vem do grande desespero em que se acham as nossas populações dos subúrbios, das favelas e do interior do Brasil, relativamente à instrução e, sobretudo, a assistência à saúde”. Não tendo como pagar a um médico, nem como comprar remédios, os pobres se valem dos babalaôs ou yalorixás.
Este desespero citado por este estudioso das “religiões afro-brasileiras” nos faz lembrar o desespero que imperava no inicio do ministério de Cristo, onde as pessoas se acotovelavam uns as outras em busca de pão e peixe.
A diferença é que aquelas pessoas tiveram a sorte de procurar a pessoa certa. Já as que procuravam a Umbanda, não tiveram a mesma sorte.

Os “Trabalhos” na Umbanda

Na Umbanda existem “trabalhos”, realizados especificamente para fazer o mal, como por exemplo, para alguém que se sente inveja.
Alem disso, a umbanda não é uma religião conversionista, isto é, não exige que um praticante rompa com a religião antiga para se tornar exclusivamente umbandista. Estes dois fatores ajudam a explicar o crescimento da umbanda junto ao povo brasileiro.
Outra coisa de vital importância,é que a umbanda não é uma religião doutrinaria. Não exige de quem quer praticá-la que decore conceitos, doutrinas ou conheça elementos teóricos. Antes, é uma religião de ritual, que utiliza muitas vezes elementos muitos conhecidos, como: velas, flores, charutos, cachaça e defumadores, para oferecer sacrifícios a entidades sobrenaturais, em troca dos favores que se pretendem receber ou alcançar.

Umbandismo à Luz da Bíblia

A Bíblia condena tais práticas que são tão comuns na umbanda, vejamos alguns pontos: A Bíblia condena a consulta aos mortos, Dt 18: 9-14. É terminante proibido nas Escrituras Sagradas a consulta aos mortos.
Jesus Cristo é apresentado nas Escrituras Sagradas como o único mediador entre Deus e os homens, 1 Tm 2: 5.
Na Umbanda existem os “guias” que servem como mediadores.
Na Umbanda se invoca os espíritos para se fazer o mal, quando a Palavra de Deus nos manda fazer o bem e orar pelos nossos inimigos, Rm 12: 19-21.

Não é preciso ter medo de quem pratica a umbanda.
A Bíblia nos diz que em Cristo Jesus, somos mais que vencedores, Rm 8:37. A Bíblia afirma que para o homem, está ordenado viver uma única vez, depois disso, segue-se o juízo, Hb 9:27.
Jesus Cristo “é o caminho, a verdade e a vida. E ninguém vem ao Pai se não for por ele.” Não há como o homem chegar até Deus sem a pessoa de Cristo. Na Bíblia, Jesus Cristo é apresentado como o único Caminho (Jo.14:6)

Pesquisa realizada pelo Rev. José Roberto
Imagem: Internet – Google imagens