Divulgador de Cristo

Imagens em Movimento

3homens 3homens Natural

Divulgador de Cristo

Arrebatamento

Jesus Cristo

Fim dos tempos

Você sabia

versículos biblicos

Evangelização/Reflexão

Conhecendo as Escrituras

Anjos

Saiba quem é Jesus o Cristo

Salmos 23

O Lamento do Messias

Redes Sociais

Translate into your language

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Mensagem Pastoral - A IGREJA EM CRISE



“A Vocação de Sansão”

Livro de Juízes Cap. 16: 1-22 e 23-31

O livro dos Juízes é um livro sobre Reforma na Igreja. A Igreja do Antigo Testamento, Israel, havia sido libertada por Deus de todos os seus inimigos, sido posta em um monte elevado e chamada a caminhar em fiel obediência na presença do Senhor.
Mas, continuamente, Israel caía no pecado da idolatria correndo atrás dos outros deuses dos canaítas e dos demais povos que estavam ao seu redor, mesmo tendo recebido a advertência de Deus de que se amasse a esses ídolos, seria entregue à escravidão. E assim acontecia. Quando Israel sofria pelas mãos do Senhor como conseqüência de seus pecados, corria e clamava a Deus por um libertador.
E de tempo em tempo, Deus enviava a Israel um libertador. Certa vez foi Gideão, de outra vez Eliúde, noutra Débora e nesta porção que lemos, vemos que o libertador enviado foi Sansão.
Sansão foi chamado desde o seu nascimento para ser nazireu. Note que qualquer pessoa podia fazer o seu voto de nazireado, mas no caso de Sansão, foi Deus quem o separou para ser nazireu. Sansão, era um nazireu de acordo com a sua aparência, mas não por convicção. Separado para Deus no seu exterior, mas não no seu interior. E quando o Espirito do Senhor deu a Sansão o poder para tomar os portais da cidade era mais uma vez a mensagem do Senhor para que ele se arrependesse de seus pecados.
O Senhor usa o seu servo pecador Sansão e o livra novamente.
O Senhor é paciente e bom, misericordioso e gracioso, tardio em irar-se e cheio de amor. Neste momento, quero lhe fazer algumas perguntas: Quantas vezes Deus tem livrado você das conseqüências de seus pecados? Quantas vezes Deus lhe tem livrado das conseqüências de sua falta de castidade? Das conseqüências de sua desonestidade? Das conseqüências de suas próprias paixões e avarezas? Por que é que Deus fica livrando você das conseqüências de seus pecados? Pela mesma razão que Ele livrou Sansão e pela mesma razão que Ele livrou muitas vezes a seu povo Israel – para que aprendêssemos a subjugar a nossa carne e dispô-la a serviço de nosso chamado e de nossa vocação. Deus nos livra das conseqüências de nossos pecados para que possamos nos arrepender.
Vejamos o que diz o apóstolo Paulo em Romanos 2: 4 “ Ou desprezas a riqueza da sua bondade, tolerância e longanimidade, ignorando que a bondade de Deus é que te conduz ao arrependimento?”
Esta palavra de Deus vem a você agora, dizendo-lhe que examine a sua vida, observe o seu coração, examine os seus motivos e os seus impulsos e, talvez por uma última vez, coloque todos os seus impulsos e desejos a serviço de sua santa vocação. (Amós 4.12 – Prepara-te, ó Israel, para te encontrares com o teu Deus)
O poder da Igreja não está em sua piedade, nem na influência ou fortuna que possua, mas o poder da igreja reside no seu chamado para ser diferente do mundo.
Devemos lembrar que a maior de todas as reformas deve começar no coração arrependido e sincero daquele que, consciente de sua vocação, deseja ser instrumento da graça divina na proclamação da Verdade. (Jo. 8: 32 – Conhecereis a Verdade e a Verdade vos libertará)

Por: Pastor Rev. Roberval Lira
Ilustração: Joseval Oliveira