Divulgador de Cristo

Imagens em Movimento

3homens 3homens Natural

Divulgador de Cristo

Arrebatamento

Jesus Cristo

Fim dos tempos

Você sabia

versículos biblicos

Evangelização/Reflexão

Conhecendo as Escrituras

Anjos

Saiba quem é Jesus o Cristo

Salmos 23

O Lamento do Messias

Redes Sociais

Translate into your language

domingo, 23 de outubro de 2011

Arrebatamento - 3º fato




3° fato: Um abalo inesperado das estruturas econômicas

Stefan Cunha relata que numa terça-feira de outubro, um dia absolutamente comum, cerca de dez mil pessoas se aglomeraram nos arredores da sede da Bolsa de Valores de Nova York, em Wall Street, para receber a grande notícia da queda das ações. No final do dia, houve a perda de US$ 15 bilhões, incluindo a queda vertiginosa da poderosa General Motors, da RCA e da siderúrgica US Steel. "Os Estados Unidos viram sua economia crescer exponencialmente após a Primeira Grande Guerra; passaram de maiores devedores mundiais para a maior potência econômica do planeta. Recebiam dólares do exterior - quase meio milhão em 1929 -, provenientes de Paris, Amsterdã, Londres, Berlim, Bruxelas e de outras cidades. Com a quebra da Bolsa, o país reduziu os empréstimos bancários para outras nações e suspendeu as importações para proteger o mercado interno. Assim, alastrava-se a pior crise econômica que o mundo veria na sua história." No auge da crise, em 1932 e 1933, o desemprego mundial alcançou pouco mais que 20%, enquanto a Alemanha chegou a ter seis milhões de desempregados - 40% da sua população. 4.000 bancos quebraram. Jaret Seiber, analista da empresa de serviços financeiros Stanford Group, de Washington, referindo-se à crise de 2009, disse: "Vimos bancos quebrarem em questão de dias. Você tem uma febre e acaba sendo enterrado." Em Mateus 24, Marcos 13, Lucas 21 e João 16, Jesus predisse um período de ondas de crises de âmbito mundial.

Autor: Edino Melo – www.edferramenta.com.br
Imagem: Internet – Google imagens