Divulgador de Cristo

Imagens em Movimento

3homens 3homens Natural

Divulgador de Cristo

Arrebatamento

Jesus Cristo

Fim dos tempos

Você sabia

versículos biblicos

Evangelização/Reflexão

Conhecendo as Escrituras

Anjos

Saiba quem é Jesus o Cristo

Salmos 23

O Lamento do Messias

Redes Sociais

Translate into your language

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

A Corrupção do Gênero Humano




Gênesis 6.1-5

Amados leitores, e irmãos em Cristo Jesus, a Graça e a Paz do Senhor esteja com todos!
Neste artigo mostraremos um grande equivoco que muitos seguimentos que se intitulam religiosos,  fazem em interpretar esses textos do livro de Gênesis capitulo 6.1-5 “Como se foram multiplicando os homens na terra, e lhes nasceram filhas, vendo os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas, tomaram para si mulheres, as que, entre todas, mais lhes agradaram.
Então, disse o SENHOR: O meu Espírito não agirá para sempre no homem, pois este é carnal; e os seus dias serão cento e vinte anos.
Ora, naquele tempo havia gigantes na terra; e também depois, quando os filhos de Deus possuíram as filhas dos homens, as quais lhes deram filhos; estes foram valentes, varões de renome, na antiguidade.
Viu o SENHOR que a maldade do homem se havia multiplicado na terra e que era continuamente mau todo desígnio do seu coração”;

Alguns seguimentos que se dizem religiosos movidos por interpretações próprias ou distantes da luz das Escrituras Sagradas, interpretam esses textos como sendo anjos vindos do céu e tivessem coabitado com mulheres e a partir daí, surgiram os gigantes na terra. Que surgiu gigantes isso é real que sim! Mas jamais anjos tiveram essa ousadia de se materializarem-se e possuírem mulheres carnais! O que aconteceu foi o seguinte: Quando se fala em filhos de Deus, fala-se dos filhos da descendência de Sete (Gn 5. 3-8), que foi outro filho que Deus deu a Adão em lugar de Abel que Caim matou.
Quando se fala em filhas dos homens, fala-se da descendência de Caim (Gn 4.17).
Sabemos que Abel agradou a Deus porque trouxe das primícias da sua colheita (Gn 4.4), e Caim desagradou porque trouxe qualquer coisa (Gn 4.3,5).
Sendo Abel agradável à Deus, porém morto, nasceu Sete em seu lugar (Gn 4.25) que suscitou uma descendência agradável a Deus (Gn .26), denominados “filhos de Deus”. E a descendência de Caim eram considerados criaturas de Deus ou filhos (as) dos homens.
Tendo a descendência de Set, ou filhos de Deus se juntado com as mulheres da descendência de Caim se corromperam misturando suas raças e também desobedecendo ao Senhor uma vez que o povo de Caim eram pecadores.
Depois de Cristo, todo aquele que se converte e recebe a ELE como seu único Senhor e Salvador é considerado e chamado “filho de Deus”. Da mesma forma era naquele tempo, antes de Cristo, em que os homens agradavam e serviam verdadeiramente e diretamente a Deus, uma vez que ELE andava presentemente na terra e falava através de profetas ou em sonhos, visões e anjos enviados do céu. (Lembrando que anjos foram criados exclusivamente para servir e executar tarefas ordenadas por Deus e Cristo Jesus). (Hb 1.14 Não são todos eles espíritos ministradores, enviados para serviço a favor dos que hão de herdar a salvação?
Jamais Deus ou Cristo chamou ou chama anjos de filhos de Deus... (Hb 1. 5-7 Pois a qual dos anjos disse jamais: Tu és meu Filho, eu hoje te gerei? E outra vez: Eu lhe serei Pai, e ele me será Filho?
E, novamente, ao introduzir o Primogênito no mundo, diz: E todos os anjos de Deus o adorem.
Ainda, quanto aos anjos, diz: Aquele que a seus anjos faz ventos, e a seus ministros, labareda de fogo;

Como pode anjos que são seres invisíveis, coabitarem com mulheres carnais? Mesmo que fosse isso possível, Deus jamais iria permitir seus anjos cometerem tais absurdos, uma vez que os anjos que desobedeceram-lhe juntamente com Lúcifer já tinham sido expulsos do céu, e os demais anjos que ficaram no céu foram-lhes tirados o livre arbítrio, passando a fazerem somente o que Deus ordena.
Vejamos o que diz o NT: (Mt 22.30) “… pois na ressurreição nem se casam nem se dão em casamento; mas serão como os anjos no céu.”
Pois, se os anjos se casassem com seres humanos, os filhos deles seriam meio humanos, meio anjos. Mas os anjos não podem ser redimidos – conforme está escrito em (Hb 2.14); (2Pe. 2.4): (Jd 1.6, 11).
E ainda:
- Nossa interpretação se coaduna com o texto imediato;
- Evita todo o problema decorrente da interpretação de que eram anjos;
- Está de acordo com o fato de que os seres humanos também são mencionados no A.T. como filhos de Deus (Is 43.6; Dt 14.1);
- Condiz com a interpretação do próprio Jesus que entendia que tais seres eram assexuados; expressão “tomaram para si mulheres” é usada no V.T. somente com referência ao casamento legítimo; nunca às relações sexuais ilícitas. 
(Pesquisado e adaptado)

Portanto vale lembrar que toda interpretação deve ser segundo a vontade expressa de Deus e não segundo a vontade humana, para que não incorra em palavra que o Senhor não falou ou que não aprova.
Que a Graça e a paz de Cristo esteja com todo aquele que lê, aceita e recebe a Sua Palavra.

Por:  Joseval Oliveira
Imagem: Internet- Google imagens