Divulgador de Cristo

Imagens em Movimento

3homens 3homens Natural

Divulgador de Cristo

Arrebatamento

Jesus Cristo

Fim dos tempos

Você sabia

versículos biblicos

Evangelização/Reflexão

Conhecendo as Escrituras

Anjos

Saiba quem é Jesus o Cristo

Salmos 23

O Lamento do Messias

Redes Sociais

Translate into your language

terça-feira, 12 de março de 2013

O GRANDE AMOR DE DEUS

“Mas Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores”

(Rm 5.8)

Diz o apóstolo João que Deus é amor (1Jo 4.8). E, segundo o apóstolo Paulo, “Deus prova o seu próprio amor para conosco, pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores” (Rm 5.8).
A manifestação do amor de Deus tem, portanto, a prova maior na vida de Seu Filho Jesus cristo ao mundo (Jo 3.16), o qual se encarnou (Jo 1.14), aqui viveu, e morreu por causa de nossos pecados e ressuscitou para a nossa justificação (Rm 5. 1,8).

Jesus, em conversa com seus discípulos disse: “ Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a própria vida em favor dos seus amigos” (Jo 15. 13). Além de seu grande amor por nós, Deus em Jesus Cristo, estava reconciliando o mundo (2Co 5.18,19).

Através da redenção em Cristo, o amor de Deus pode ser comprovado a cada momento, através das obras da Providência.
Segundo o apóstolo Paulo, este amor de Deus, de tão profundo, excede todo o entendimento humano (Ef 3. 17-19).

O amor de Deus se estende ao mundo inteiro, pois ele “deseja que todos os homens (eleitos em Cristo Jesus) sejam, salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade” (1 Tm 2. 4).

Aqui se entende, por todos aqueles que antes da fundação do mundo (Ef 1.4), foram vocacionados por Deus e eleitos em Cristo Jesus. Pois, na sua oração sacerdotal, Ele (Cristo) diz: “É por eles que eu rogo; não pelo mundo, mas por aqueles que me destes, porque são teus” (Jo 17.9).

O amor de Deus é a essência de Sua natureza divina. Deus age sempre, segundo a Sua santa e soberana vontade. Não havia e nem há nada em nós que houvesse motivado ou inclinado Deus a nos amar.
O apóstolo João diz que Ele nos amou de uma maneira toda especial. Tão especial que Ele nos enviou o Seu Único Filho, para que todo aquele que Nele (Jesus Cristo) crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

Deus nos ama de uma forma tão especial que foi capaz de nos dar o que Ele tinha (e tem) de melhor e de maior valor para nos dar. E que reconhecêssemos esse imenso amor em Seu Filho amado, Jesus Cristo.
Deus nos ama, e a prova que Ele nos deu deste amor, foi o de ter enviado o seu Filho Jesus para morrer por nós sendo nós pecadores, indignos deste amor (Rm 5.8-10).

Por: Rev. Pastor José Roberto
Imagem: Joseval Oliveira