Divulgador de Cristo

Imagens em Movimento

3homens 3homens Natural

Divulgador de Cristo

Arrebatamento

Jesus Cristo

Fim dos tempos

Você sabia

versículos biblicos

Evangelização/Reflexão

Conhecendo as Escrituras

Anjos

Saiba quem é Jesus o Cristo

Salmos 23

O Lamento do Messias

Redes Sociais

Translate into your language

quarta-feira, 10 de abril de 2013

A causa da incredulidade



2 Co 4.3-5

Mas, se o nosso evangelho ainda está encoberto, é para os que se perdem que está encoberto, nos quais o deus deste século cegou o entendimento dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, o qual é a imagem de Deus.
Porque não nos pregamos a nós mesmos, mas a Cristo Jesus como Senhor e nós mesmos como vossos servos, por amor de Jesus.

Prezados e amados leitores, estes são textos escritos pelo apóstolo Paulo, convertido por Cristo no caminho de Damasco capital da Síria, bem depois de Jesus ter ressuscitado. O apóstolo era um incrédulo, pagão que servia ao império, por ser ele de cidadania romana. Paulo era um homem que perseguia brutalmente os servos de Cristo. E um certo dia quando ele ia para a Síria em sua missão de prender alguns irmãos, o Senhor Jesus lhe apareceu numa visão, e ele teve que cair do cavalo com o rosto em terra, ficou cego por três dias para reconhecer que Cristo queria usá-lo para seu ministério. Porque se não fosse a ação do Espirito Santo, jamais ele viria a se converter. E aqui ele testifica falando sobre a incredulidade de muitos em não aceitar, viver, ou seguir a Cristo.
Ele testifica movido pela sabedoria que recebeu de Cristo, que satanás (deus) deste mundo é quem cega o entendimento daqueles que não querem saber de Cristo; dos que não aceitam Cristo como Senhor de suas vidas; dos que endurecem seus corações e só querem seguir ensinamentos de homens praticando a idolatria; que é deixar de prestar culto exclusivo a Deus e Cristo e prestam a imagens e ou ídolos diversos. O apóstolo afirma que satanás cega, (fecha, bloqueia) a mente de muitas pessoas para que não sigam a Cristo. E afirma também que ao pregarmos o evangelho, não pregamos para nós mesmos como muitos fazem; mas pregamos para Cristo como o Nosso Senhor e Salvador das nossas vidas, porque somos servos por amor dEle (Cristo Jesus).
Portanto, a palavra diz que quando ouvir-se falar de Cristo Jesus, não andureçais o coração nem a vossa mente dando motivos para satanás se vangloriar de seus feitos.
Recebam as bençãos de Deus, e a Paz de Cristo seja convosco!

diác. Joseval Oliveira
Imagem: Internet-Google imagens