Divulgador de Cristo

Imagens em Movimento

3homens 3homens Natural

Divulgador de Cristo

Arrebatamento

Jesus Cristo

Fim dos tempos

Você sabia

versículos biblicos

Evangelização/Reflexão

Conhecendo as Escrituras

Anjos

Saiba quem é Jesus o Cristo

Salmos 23

O Lamento do Messias

Redes Sociais

Translate into your language

sexta-feira, 17 de maio de 2013

União de pessoas iguais não são reconhecidas por Deus




Prezados e amados leitores, O Brasil tornou-se o 15º país a oficializar o suposto casamento gay, mais conhecido como pessoas do mesmo sexo.
De uns tempos para cá as pessoas buscam todos os tipos de direitos, direito para nascer, direito para morrer, direito para falar, direito para dormir, direito para ter direito; só não buscam o direito para ter um DEUS ou o direito para reconhecer Deus como seu verdadeiro Deus.
Sabemos que o Senhor ao criar o mundo, criou todas as coisas conforme a sua vontade, dentre elas criou o homem, e disse que ele seria semelhante a Sua imagem e a Sua semelhança. Mas vendo que não tinha feito uma metade para completar o homem, criou a mulher a outra metade dele, e a partir daí denominou-se um "casal de fato reconhecido por Deus". E disse a eles que se unissem um ao outro formando uma união para que povoassem a terra, gerando filhos e multiplicando sua descendência. Determinou regras, para que não houvesse uniões reprovadas, tais como: casados com solteiros, e vice versa; e solteiros com solteiros pelo simples prazer e atração sexual, mas após oficializarem uniões de fato; homens com homens, ou mulheres com mulheres.
Portanto deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne” (Gênesis 2:23,24). Deus criou o homem e depois fez a mulher do “osso de seu osso”. O processo, como registrado, nos diz que Deus tomou uma das “costelas” de Adão (Gênesis 2:21-22). A palavra hebraica literalmente significa “o lado de uma pessoa”.
Por isto, Eva foi tomada do “lado” de Adão e é a seu lado que deve ficar. “E Adão pôs os nomes a todo o gado, e às aves dos céus, e a todo o animal do campo; mas para o homem não se achava ajudadora idônea” (Gênesis 2:20). As palavras “ajudadora idônea” são a mesma palavra hebraica. A palavra é “ezer” e vem de uma palavra raiz primitiva que significa ficar à volta, proteger ou auxiliar, ajudar, ajudador, assistir. Por tal razão, significa ajudar, assistir ou auxiliar. Eva foi criada para ficar ao lado de Adão como sua “outra metade”, para ser seu auxílio e sua ajuda. Um homem e uma mulher, quando se casam, se tornam “uma só carne”. O Novo Testamento adiciona um aviso a esta “unidade”: “Assim não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem” (Mateus 19:6).
Há várias epístolas escritas pelo Apóstolo Paulo que falam de assuntos que governam uma visão bíblica do casamento e como os cristãos nascidos de novo devem agir dentro de seu relacionamento de casados. Encontramos uma destas passagens em I Coríntios capítulo 7 e outra em Efésios 5:22-33. Quando estudadas juntas, estas duas passagens dão ao crente princípios bíblicos que podem ser usados para formar uma estrutura para que Deus se agrade do relacionamento no casamento.
A passagem de Efésios é especialmente profunda em sua magnitude em referência ao casamento bíblico bem sucedido. “Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao Senhor; Porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo” (Efésios 5:22-23). “Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela” (Efésios 5:25). “Assim devem os maridos amar as suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo. Porque nunca ninguém odiou a sua própria carne; antes a alimenta e sustenta, como também o Senhor à igreja” (Efésios 5:28-29). “Por isso deixará o homem seu pai e sua mãe, e se unirá a sua mulher; e serão dois numa carne” (Efésios 5:31).
Por: http://www.gotquestions.org/Portugues/casamento-Biblia.html#ixzz2TZYgN8Ny

Sabemos também que o homem na verdade nunca quis saber de obedecer a Deus, mesmo sabendo que DEUS é DEUS e nenhum dos seus planos podem ser frustrados
O Senhor reina absoluto, é punitivo, mas também é misericordioso. Se compadece de quem se humilha e lhe pede perdão; também condena a quem não se humilha e nem lhe pede perdão pelos pecados, ou vida contrária ao que tem ordenado.
Para Deus ou a pessoa morre convertido e será salvo; ou morre incrédulo, no pecado e será condenado. Não existe um meio termo, ou um jeitinho, um aditivo aqui, outro ali, não.. Para Deus ou é ou não é.
A palavra diz que devido a desobediência de tantas iniquidades, Ele encerrou muitos em seus próprios pecados, porque a cerviz deles era dura demais. Então o Senhor deixou-os entregue a própria sortes deles, a suas vidas de pecados, para que não fossem salvos, " porque, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe renderam graças, mas os seus pensamentos tornaram-se fúteis e o coração insensato deles obscureceu-se.
Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos e trocaram a glória do Deus imortal por imagens feitas segundo a semelhança do homem mortal, bem como de pássaros, quadrúpedes e répteis.
Por isso Deus os entregou à impureza sexual, segundo os desejos pecaminosos do seu coração, para a degradação do seu corpo entre si.
Trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram a coisas e seres criados, em lugar do Criador, que é bendito para sempre. Amém.
Por causa disso Deus os entregou a paixões vergonhosas. Até suas mulheres trocaram suas relações sexuais naturais por outras, contrárias à natureza.
Da mesma forma, os homens também abandonaram as relações naturais com as mulheres e se inflamaram de paixão uns pelos outros. Começaram a cometer atos indecentes, homens com homens, e receberam em si mesmos o castigo merecido pela sua perversão.
Além do mais, visto que desprezaram o conhecimento de Deus, ele os entregou a uma disposição mental reprovável, para praticarem o que não deviam". (Romanos 1 22-28)
Buscou então o homem contrariar o SENHOR achando que formaria uma união paralela a que o Senhor criara, e formou a união homoafetiva, ou união gay.
Essa suposta união, só tem suposto valor para o homem pecador, que não se enquadra nos parâmetros do Senhor, não teme ao Senhor, e nem treme diante de seu majestoso Poder.
Só tem suposto valor para aqueles que são rebeldes, querem se tornar livres do SENHOR, pensando que são absolutos no mundo.
Deus não está preocupado com prazeres pecaminosos de ninguém. Para isso foi que deixou o belíssimo, inigualável e maravilhoso prazer do sexo entre dois corpos de formas fisicas diferentes e atraentes, homem/mulher. Foram feitos para que um completasse o outro, e vice versa de forma afetiva.
Foi deixado a fonte do prazer, quer a pessoa seja rica, quer pobre; o prazer sexual é o mesmo para ambos; o que vai influir é o ambiente em que os dois se encontrem, as mordomias etc..., mas o sentimento de prazer carnal não difere para ambos.
É diferente para casos de semelhanças, ou pessoas iguais, de mesmo sexo. As pessoas que se enquadram nesse aspecto afirmam sentirem um grande prazer em desfrutar com outro igual os prazeres carnais, do mesmo gênero. Para eles pode ser normal, porque estão com suas mentes, afastadas do temor de Deus, e estão distante dos caminhos dEle, por isso veêm as coisas erradas como normais.
Esse tipo de prazer é demoníaco, porque é uma coisa contrária ao realizado pelo Senhor.
A Palavra de Deus diz que as pessoas só enxergam coisas que não enxergavam antes, apesar de vê-las, apenas quando são tocadas pelo Espirito Santo do Senhor. Caso contrário, acham o erro uma coisa normal, justa e que Deus aceita. Não conseguem enxergar o correto, o justo, o direito.
Eles estão querendo e já conseguiram com os fazedores iníquos de leis, que se tornassem reconhecidos pelas sociedades mundiais. Mas por que isso acontece? Porque a Bíblia diz que o mundo JAZ no MALIGNO, e se jaz no maligno, todos os seus desejos são malignos, pois não são constituidos por Deus.
"sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não vive pecando; antes o guarda aquele que nasceu de Deus, e o Maligno não lhe toca.
"Sabemos que somos de Deus e que o mundo jaz no Maligno" (1 João 18,19)
Deus não quer desejos maus, pecaminosos e nem maléficos para ninguém; mas se o povo assim o querem, que se realizem seus desejos, mas que no final de cada vida quem os julgará é CRISTO, e Cristo não compartilha com iniquidades, a menos que o iníquo se converta e deixe suas iniquidades e não as pratique mais.
Se esses desajustados rebeldes, estão querendo impor suas iniquidades a todo custo; e os fazedores de leis os ratificam; os justos também devem ter seus direitos preservados; pois onde termina o direito de um, começa o do outro.
Sabemos que só é considerado CASAL, a união de um macho com uma fêmea. [Casal= s.m. A fêmea e o macho] O que for além disso não se constitui casal, e sim PAR. [Par: Duas coisas semelhantes, iguais, da mesma espécie.]Portanto por mais que afirmem tratar-se de um casal, não se constitui casal, e sim um mero par, tal qual um par de objetos, ou outra coisa qualquer. E principalmente para Deus, que nem reconhecido é, e aqui estamos defendendo os escritos do Senhor
Para os conhecedores da palavra de Deus, não deve compartilhar jamais com esse erro absurdo, mas não se deve fazer acepção de nenhum. Deve-se aceitar a pessoa como pessoa; seus erros são erros. Erro é erro onde quer seja, acerto é acerto onde quer que seja. Não se pode admitir erro sendo acerto, nem vice versa, porque assim estariam negando a verdade do Senhor; estariam proclamando uma falsa doutrina, falando coisas que o Senhor não falou, seriam falsos seguidores de Deus e Cristo, para agradar a quem vive no pecado.
Deve-se agradar primeiramente e tão somente a Deus, porque só a Ele deve-se todos prestar contas.
A falsa união de dois iguais não é bíblica, mas humana; portanto totalmente reprovável pelo Senhor, cada um se morrer nesses pecados e práticas irá para o inferno definitivamente, como está escrito.
"Não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os "efeminados", nem os "sodomitas"”.(I Coríntios 6:9) 
A Graça e a paz de Deus e Cristo Jesus estejam conosco!

Por diác. Joseval Oliveira
Imagem: Internet-Google imagens