Divulgador de Cristo

Imagens em Movimento

3homens 3homens Natural

Divulgador de Cristo

Arrebatamento

Jesus Cristo

Fim dos tempos

Você sabia

versículos biblicos

Evangelização/Reflexão

Conhecendo as Escrituras

Anjos

Saiba quem é Jesus o Cristo

Salmos 23

O Lamento do Messias

Redes Sociais

Translate into your language

sábado, 22 de novembro de 2014

Formação do Cânon do V.T. e do N.T.


Introdução 

O nosso Deus é um Deus que fala conosco (por meio de Sua Palavra), Ele não se esconde, Ele se comunica, por meio dos profetas (no V.T.), e segundo o autor aos hebreus, nestes últimos dias tem nos falado por meio de Seu Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas (Hb. 1: 1, 2). Os grandes propósitos que Deus sempre teve para o homem desde sua criação, só poderiam e podem ser alcançados e experimentados pelo homem por meio da revelação que Deus, o Criador, fez à sua criatura humana, da sua Divina vontade, de seu caráter e desses mesmos propósitos. 

Ele começou primeiro falando no Éden, diretamente ao homem, andando com este pelo jardim, na viração do dia (Gn. 3:8,9); por meio da sadia e santa consciência humana (Rm.2: 14,15), por meio da própria criação (Sl 19: 1-4; Rm.1: 19, 20). Deus, o Criador, se fez revelar ao homem, providenciando uma revelação especial ao longo da história (Dt.114:2; Rm.3: 1,2) e por meio de homens escolhidos, diretamente orientados a registrarem o que lhes era revelado (2 Pe.l: 21), a fim de que esta revelação permanecesse para todas as futuras gerações (1 Pe. 1:23). Esta coletânea de livros ou de material revelado e registrado chama-se o “Cânon Bíblico”. 

Autores e Tempo de Escrita da Bíblia 

A Bíblia possui cerca de 66 livros, escritos por cerca de 40 autores, durante um período de 1.600 anos (1.500 anos. O Velho Testamento; 100 anos – O Novo Testamento). Todos os autores foram inspirados pelo próprio Deus. O primeiro autor sagrado foi Moisés, e o registro da ordem está em Êx.17:14. Moisés foi o autor dos cinco primeiros livros da Bíblia: Gêneses, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio, também chamados de Pentateuco. 

II – Como Foi Escrita a Bíblia 

Material usado: 1 

Usados nos primórdios por Moisés e pelos profetas. 2 

Feito de planta, uma espécie de cana que crescia em lagos e rios do Egito e Síria As lâminas de sua entrecasca eram retiradas, prensadas, secas e polidas. 

Usou-se até o século III a.D. 3 
As peles eram limpas e retirados os pêlos. 

Obs.: O nome pergaminho vem da cidade de Pérgamo (lugar onde era produzido), que ficava na Ásia Menor. Instrumentos: Cinzel de ferro, para entalhar pedras e cerâmica Estilete, para argila e cera, e a pena (cana com ponta feita de junco de 14-40 em) para o pergaminho e o papiro. 

Obs.: Pena de ave só no século III a.C.

Tinta: Era uma mistura de carvão, goma e água Forma: Em rolos. Colocavam-se as folhas de papiro lado a lado e enrolavam-se em tomo de um pau. Em média tinham o comprimento de 12 m, mas havia alguns com até 48 m. Em geral, eram escritos de um lado só. 

Usados até o século III a.D .. Posteriormente surgiram os livros (ou códices) com a arrumação das folhas de papiro. 

Língua: Hebraico era a língua do povo de Israel no tempo da independência (ou seja, antes do cativeiro). O aramaico era falado pelos povos da Mesopotâmia e aparece em alguns trechos do V.T. (Ed.4:8-6:18 e 7:12-26; Jr.10:11; Dn.22:4 a 7:28). 
Obs: O hebraico começou a desaparecer como língua comum do povo hebreu por volta de 722 a.C. (época da queda do Reino do Norte, pela Síria). O grego é a língua do Novo Testamento. 

Tipos de Escrita:  Era o tipo de escrita onde letras pequenas eram conectadas sem espaço entre palavras que podiam ter mais de uma interpretação. As vogais só surgiram com os massoretas em 800 a.D. 

(Est. Realizado pelo Rev. José Roberto)