Divulgador de Cristo

Imagens em Movimento

3homens 3homens Natural

Divulgador de Cristo

Arrebatamento

Jesus Cristo

Fim dos tempos

Você sabia

versículos biblicos

Evangelização/Reflexão

Conhecendo as Escrituras

Anjos

Saiba quem é Jesus o Cristo

Salmos 23

O Lamento do Messias

Redes Sociais

Translate into your language

sábado, 8 de novembro de 2014

Respondendo às Doutrinas Humanas




Doutrina Humana: O Purgatório

A doutrina do purgatório foi propagada pelo catolicismo Romano em 1274 e sugere que há uma oportunidade depois da morte para sofrer por causa de certos pecados antes de entrar no céu.
Esta doutrina advoga a possibilidade de uma segunda chance para aqueles que foram rebeldes a Deus (Hb.9:27), contrariando o que dizem as Escrituras Sagradas.
A Doutrina do Purgatório diminui o valor do sacrifício de Cristo, que deu a seus servos o dom gratuito da salvação (Ef.2:8,9). Não podemos merecer nossa passagem para o céu, nem antes nem depois da morte.
Quando a Bíblia fala da situação dos mortos, ela diz que é impossível ao ímpio escapar dos tormentos para entrar no conforto dos fiéis (Lucas 16:25-26). A Doutrina do Purgatório, simplesmente, não é encontrada na Bíblia.

Doutrina Humana: Comunicação com os Mortos

A prática do espiritismo e de algumas outras religiões, ao tentar comunicar- se com os mortos, é absolutamente oposta ao ensinamento da Bíblia.
Quando o homem rico de Lucas 16 pediu que um mensageiro dos mortos fosse enviado para ensinar ou avisar a sua família, Abraão disse que isso nem era permitido, nem necessário, uma vez que havia um grande abismo entre os vivos e os mortos (Lc. 16:27-31).
No Velho Testamento, Deus condenou como abominações, esses esforços para consultar os mortos (Deuteronômio 18:9-12). A consulta aos mortos é ligada à idolatria e à feitiçaria, coisas que foram e são sempre condenadas nas Escrituras Sagradas.
Tanto no Velho como no Novo Testamento, é terminantemente e absolutamente proibida por Deus a consulta aos mortos. Seja pela quiromancia ou pela necromancia, tentar consultar os mortos.

A Que Conclusão Chegamos?

O entendimento correto do ensinamento Bíblico sobre a morte tem aplicação prática em nossas vidas. Eis duas sugestões específicas sobre as aplicações que devemos fazer:

1. Devemos resistir às doutrinas e práticas que não são baseadas na Bíblia, incluindo:
1) A ideia de que a existência termina com a morte (Lc.16: 19-31).
2) A ideia de podermos e que é possível comunicar-nos com os mortos (Dt 18:9-14).
3) A Doutrina de que as pessoas passarão pelo Purgatório antes de entrar no céu (Hb.9:27).
4) A Doutrina da Reencarnação (Gn.3:19; Ec.12:7).

2. Devemos viver de acordo com os ensinamentos da Palavra de Deus, de modo que estejamos prontos, quando o Senhor Jesus vier nos buscar (Mt. 24:42-44; 2 Pe. 3:10-13).

(Artigo Extraído e Adaptado -Rev. José Roberto)
Imagem: Internet – Google imagens