Divulgador de Cristo

Imagens em Movimento

3homens 3homens Natural

Divulgador de Cristo

Arrebatamento

Jesus Cristo

Fim dos tempos

Você sabia

versículos biblicos

Evangelização/Reflexão

Conhecendo as Escrituras

Anjos

Saiba quem é Jesus o Cristo

Salmos 23

O Lamento do Messias

Redes Sociais

Translate into your language

terça-feira, 7 de abril de 2015

Alegria, suor e lágrimas

Infelizmente, chegamos na época de "grande alegria" (entenda-se alegria como prostituição, fornicação, adultérios e demais prazeres advindos do sexo banalizado e fora dos padrões bíblicos). São os dias que mais provocam a ira de Deus que, antecedendo a perversidade do ser humano, entregou seu Único Filho para, por meio de Sua morte trazer o tempo da graça. Se assim não fizesse, fulminaria milhões de pessoas a cada ano, visto que não suportaria tamanha depravação física, moral e espiritual da humanidade.

Durante o reinado de Momo, uma onda de sensualidade e prazer satânico varre todo o país e atrai centenas de estrangeiros à procura desse prazer. Pessoas que na grande maioria lançam suas vidas nos braços de Satanás, esquecendo-se completamente do mundo ao seu redor. Grande parte dos homens segue para a folia ao menos com dois objetivos: relacionar-se sexualmente com o maior número de mulheres e abusar do uso de drogas, além de provocar tumultos e até crimes. Já entre as mulheres, inúmeras decidem que nestes poucos dias de folia terão mais parceiros sexuais do que no restante do ano. Atualmente, o termo "piriguete" retrata muito bem o que desejam. Não serão poucos os casos de adultérios e traições protagonizados por elas. Agora, o mais absurdo é que influenciadas por músicas (que mais parecem lixo) recheadas de apelo sexual, adolescentes com faixa etária entre 13 e 15 anos encontram legalidade para pertencer ao grupo que possuem vida sexual ativa e não será difícil encontrá-las grávidas três a quatro meses após o carnaval.

Algo de maior gravidade ocorre após os festejos: muitos pais e familiares passam a enterrar os seus mortos. A polícia não traz à tona os números reais de crimes e mortes no período; ainda que a mídia apresente informações mais detalhadas, também não os conseguem enumerar.
Enquanto a falsa alegria invade o peito dos filhos, levando-os a saltar e suar, o que normalmente se vê ao término desta festa profana são as lágrimas nos rostos de suas mães.
"Há caminho que ao homem parece direito, mais o fim dele são os caminhos da morte" (Provérbios 14.12).

Fonte: Folha Cristã
Imagens: Internet-Google imagens