Divulgador de Cristo

Imagens em Movimento

3homens 3homens Natural

Divulgador de Cristo

Arrebatamento

Jesus Cristo

Fim dos tempos

Você sabia

versículos biblicos

Evangelização/Reflexão

Conhecendo as Escrituras

Anjos

Saiba quem é Jesus o Cristo

Salmos 23

O Lamento do Messias

Redes Sociais

Translate into your language

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Quem ficará de fora do céu?



A palavra de Deus diz que a todos foi dado o direito de conhecer a Jesus. Alguns porém o rejeitaram. Ele veio para os seus, mas nem todos o receberam, por isso mesmo nem todos poderão entrar no céu, nem todos se tornaram filhos, filhos de Deus. Infelizmente alguns ficarão de fora porque esta foi a escolha que fizeram.
Antes, porém, vamos fazer uma revisão nas escrituras, pois é necessário relembrar através da Bíblia, que nem todos são filhos de Deus. Isso mesmo! Um paradigma. São todos filhos de Deus? Vejamos o que diz a Palavra de Deus:
João 1:1-12
1  NO princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.
2  Ele estava no princípio com Deus.
3  Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.
4  Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens.
5  E a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam.
6  Houve um homem enviado de Deus, cujo nome era João.
7  Este veio para testemunho, para que testificasse da luz, para que todos cressem por ele.
8  Não era ele a luz, mas para que testificasse da luz.
9  Ali estava a luz verdadeira, que ilumina a todo o homem que vem ao mundo.
10  Estava no mundo, e o mundo foi feito por ele, e o mundo não o conheceu.
11  Veio para o que era seu, e os seus não o receberam.
12  Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome;
13  Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus.
Somos todos filhos de Deus?
Quem são os filhos de Deus? João respondeu: “Todos os que receberam a Cristo” (vs12). Ora, não se trata de um achismo religioso, e, sim de uma narrativa bíblica, um princípio espiritual estabelecido por Deus. Obviamente, que aquele que não recebeu a Cristo, que se apresentou pessoalmente na terra, ainda não se se tornou um filho de Deus. Nem todos são filhos Dele ainda! É necessário abandonar o pensamento de rejeição da proposta divina. Ora, dentro deste princípio é notório concluir que quem é filho tem direito à herança, quem não é filho de Deus não tem direito a herança Dele.
Somente os filhos de Deus, aqueles que não rejeitaram o seu plano de salvação no Messias, poderão ter direito a herança do Pai. Para reforçar a narrativa de João, vamos ver o que o Apóstolo Paulo nos deixou de legado, no livro de Romanos, capítulo 8:
“Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus esses são filhos de Deus. 15  Porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes em temor, mas recebestes o Espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai. 16  O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus. 17  E, se nós somos filhos, somos logo herdeiros também, herdeiros de Deus, e co-herdeiros de Cristo: se é certo que com ele padecemos, para que também com ele sejamos glorificados.”
Há uma observação muito relevante a fazer por aqui. E, é simples. A humanidade, incrédula, precisa receber a Jesus para se tornar filhos de Deus, porquanto ser apenas parte da criação Dele não vale para ter acesso ao reino dos céus.
O livro de Mateus, no capítulo 25:34 também promete assim:
“Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo.”
Se Deus chamará para entrar em seu reino, “aqueles que estiverem à sua direita”, é porque o outro grupo certamente estará à sua esquerda. E, infelizmente, infelizmente mesmo, estes ficarão de fora!!!
De que lado você estará Naquele Dia? No lado direito ou no lado esquerdo?
Mas o que biblicamente é necessário fazer para ter entrada no reino dos céus?
Jesus respondeu a esta pergunta através de várias parábolas. Em uma delas Ele cita o motivo pelo qual falava em parábolas.
Ele disse: “Por isso lhes falo por parábolas; porque eles, vendo, não vêem; e, ouvindo, não ouvem nem compreendem. 14  E neles se cumpre a profecia de Isaías, que diz:Ouvindo, ouvireis, mas não compreendereis,e, vendo, vereis, mas não percebereis.” (Mateus 13:13).
Quem ficará de fora do Reino dos Céus?
Jesus veio para facilitar tudo! Por isso falava de forma simplificava e ainda ilustrava com uma história de reforço. É impossível dizer que não entendia-se as palavras do Rei, mesmo assim, alguns irão optar por não ouvir o evangelho e, por causa de seus próprios orgulhos ficarão de fora como está escrito em Apocalipse 22:15:
“Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira.”
Mas, quem são os cães que a Bíblia menciona?
Ora, “cães” é uma metáfora que dá o significado de impureza e distanciamento de Deus. Os cães domésticos de hoje, eram lobos selvagens, que há milhares de anos foram domesticados pelo homem, viviam às margens da vida humana, escondidos na mata em trevas, e, dificilmente eram vistos a qualquer hora da luz do dia. É como alguns seres humanos se comportam. Algumas pessoas em situações de marginalização não são encontradas na luz e vivem somente nas horas das trevas, onde desejam esconder os seus pecados ou loucuras. Rebeca Brown em seu livro “Ele veio para Libertar os Cativos”, contextualiza na qualidade de suas experiências com o satanismo, que “cães” são homens e mulheres que perambulam pelas noites sombrias como se fossem “zumbis” ou “lobisomens”, “pessoas enlouquecidas”, distantes da luz! (uma comparação para facilitar o conceito). Os cães ficarão de fora do reino do céu.
O que é feitiçaria?
Antes do grego, muitos magos haviam em todo o Egito. Eles praticavam o mesmo que curandeirismo e seus derivados. É uma forma de usar uma droga ou mistura para praticar uma cura espiritual com ajuda de poderes desconhecidos da natureza e da ciência humanas. No entanto, Deus proíbe a feitiçaria. A Bíblia registra em Deuteronômio 18:9-13  uma mensagem de desaprovação da feitiçaria no meio de seu povo:
Ele disse: “Quando entrares na terra que o Senhor teu Deus te dá, não aprenderás a fazer conforme as abominações daqueles povos. Não se achará no meio de ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro, nem encantador, nem quem consulte um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz estas coisas é abominável ao Senhor, e é por causa destas abominações que o Senhor teu Deus os lança fora de diante de ti.” Aqueles que estão envolvidos na feitiçaria ficarão de fora do reino de Deus.
O que significa ser homicida?
Filhos do pecado de Caim. É a morte de um homem provocada “voluntariamente” por outro homem. Caim matou por inveja, mas o pecado da humanidade se multiplicou. Isso é abominação contra o Deus da vida! Todos os homicidas alimentam um desejo de sangue maldito. Só o sangue de Jesus é bendito em sua morte!! O homicida ficará de fora do reino dos céus.
Qual o significado de idolatria?
“Porque a rebelião é como o pecado de feitiçaria, e o porfiar é como iniqüidade e idolatria. Porquanto tu rejeitaste a palavra do Senhor, ele também te rejeitou a ti, para que não sejas rei.” Isso foi o que Saul ouviu da boca do profeta Samuel quando consultou o mundo dos mortos, e, porque porfiou (teimou) com Deus rejeitando os seus conselhos. Contextualizando, a maior característica de um idólatra é a teimosia. Muitos desejam teimar ao idolatrar a sua religião ou aos seus deuses de prata, bonze, ouro, ferro, metal ou madeira, isso porém, é uma parte da rebelião contra o Deus Criador. Por isso, como está escrito, os idólatras ficarão de fora do reino do céu.
O que é mentira?
Essa é uma especialidade do diabo. A mentira é o contrário da verdade, passando a ser uma ‘verdade’ de acordo com a conveniência, “esperteza” e a malícia do autor da mentira. Por exemplo, no século 21 alguns ativistas, seitas ou religiões forçam a barra sorrateiramente para chamarem seus movimentos de “igrejas”, mas não o são.  A mentira é condenada por Deus desde sempre. E, por isso, também, desde os primeiros eventos no Éden (exemplo: Caim), Ele convidou o homem a reconciliar-se com Ele, oferecendo a bênção em vez da maldição.
A Porta é estreita
Não se engane, Jesus avisou que a porta do céu é estreita, porquanto muitos foram chamados, mas poucos escolhidos. Não por falta de aviso alguns homens e mulheres, criaturas de Deus, ficarão do lado de fora do reino dos céus:
“Porque bem sabeis isto: que nenhum devasso, ou impuro, ou avarento, o qual é idólatra, tem herança no reino de Cristo e de Deus” (Ef. 5:5).
Não se engane!! Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis. 18  Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei. 19  Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia, 20  Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, 21  Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.
O que a igreja deve fazer para ajudar estas pessoas a encontrarem o caminho concreto, A Verdade?
Muitos destes que ficarão de fora, certamente, porque confiaram mais em sua religião a crer no evangelho. Há um grande abismo entre oferecer uma religião ao mundo e anunciar o evangelho. A primeira opção, a religião, foi criada pelo homem, e por isso é aparentemente confortável, mas é uma ilusão que vai se transformar num “caos”, pois não representa a vontade de Deus. Isso não salva! Jesus não valorizou a religião!!
A segunda opção, é apresentação das Boas Novas de Salvação ao mundo, essa é a vontade de Deus, por isso é um “Plano Perfeito”: a restauração do Reino de Deus na terra! Esta visão é aquela que Cristo valorizou!
Isso, porém, não significa que devamos deixar de congregar, mas podemos agregar valor à nossa comunidade, influenciando e ensinando as pessoas a enxergarem o reino em vez de se limitarem a um sistema religioso de crenças em coisas que Jesus não deu importância.
Ir ao mundo pregar o evangelho é um comando de resgate.
Se há necessidade de “resgate” é porque há aflitos e perdidos no meio das religiões, inclusive dentro dos templos evangélicos! Ser “evangélico” não significa “estar” salvo, pois a denominação (opção nominal de uma fé), não garante a salvação, e, sim o “exercício” da fé em Cristo! Portanto, a humanidade precisa saber que ir ao culto não a salvará, mas, o ser um culto é o primeiro passo para a verdadeira adoração ao Deus Criador.
Ora, pessoas “religiosamente corretas” deixam Jesus em stand by, pois, pensam que podem controlar ou agendar o dia em que vão servir a Deus e abandonar o pecado. Temos visto mais ou menos atitudes assim: “Segura as pontas aí Jesus, deixa só eu terminar de pecar, que já volto e negocio contigo”. (fora de princípio espiritual).
A Salvação NÃO é um negócio
Ora, a salvação, é um plano gratuito de Deus, por isso não tem méritos próprios, nem regra matemática, nem é eleição política, nem o evangelho é carreira profissional em que se planeja e agenda-se o dia para servir a Cristo, sendo que ninguém conhece o dia de amanhã!
A salvação é agora!! Tudo se faz novo! E, que ninguém pode servir a dois senhores ao mesmo tempo! O mundo está equivocado achando que o evangelho é fama e riqueza gospel, pois é o que tem sido apresentado pelas igrejas do século 21. É necessário renovar a mente! Trocar uma mente religiosa por uma de Cristo! Por isso, a humanidade não precisa de sistema religioso, a humanidade precisa de salvação, e salvação em Jesus!
O que o pecador deve fazer para entrar no reino dos céus?
O primeiro passo é arrepender-se. Muitos dos feiticeiros dos tempos de Paulo levavam seus livros de feitiçarias para queimarem na fogueira. Isto era um genuíno sinal de arrependimento. O segundo passo é buscar orientação pastoral numa igreja evangélica séria e com visão de reino de Deus para ajudar a fugir da religiosidade.
Concluo este pequeno artigo com uma escrita da Bíblia trazendo uma solução divina para o pecado. Deus é bom! Ainda há chance de ter direito à herança do Rei. E, agora a escolha depende apenas de você!
Deuteronômio 30:19 diz:
“Os céus e a terra tomo hoje por testemunhas contra vós, de que te tenho proposto a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe pois a vida, para que vivas, tu e a tua descendência“.
Até a próxima filhos de Deus!!!

Por Claudio Santos