Divulgador de Cristo

Imagens em Movimento

3homens 3homens Natural

Divulgador de Cristo

Arrebatamento

Jesus Cristo

Fim dos tempos

Você sabia

versículos biblicos

Evangelização/Reflexão

Conhecendo as Escrituras

Anjos

Saiba quem é Jesus o Cristo

Salmos 23

O Lamento do Messias

Redes Sociais

Translate into your language

domingo, 19 de novembro de 2017

Diferença entre o monte Sinai e Sião



A palavra de Deus faz uma comparação entre o mundo físico semelhante ao que era feito no Monte Sinai em Jerusalém, onde Moisés recebeu as tábuas da Lei, e onde todas as ordenanças de Deus eram feitas lá no Templo construído por Salomão para adoração a Deus. E o Monte Sião, ou o Monte espiritual, ou a igreja invisível, a qual se reunirá nos céus para sempre com o Senhor. Depois de Cristo, pelo seu sacrifício que foi para salvar os
que crêem nele, todas as coisas são por meio dEle. E sendo por meio dEle, a habitação dos eleitos é a habitação na Jerusalém, não mais física; mas na espiritual. 
Devemos todos nos voltarmos para Cristo para que passamos ser possuidores deste reino celestial com Cristo para sempre, porque Deus não terá por inocente aquele que rejeitar a obra redentora de seu Filho, e o desprezar.
A ira de Deus se revela dos céus contra todo rebelde que não se dobra a Ele.

Assim diz a palavra do Senhor!


Hebreus: 12.18-29
Pois não tendes chegado ao monte palpável, aceso em fogo, e à escuridão, e às trevas, e à tempestade, e ao sonido da trombeta, e à voz das palavras, a qual os que a ouviram rogaram que não se lhes falasse mais; porque não podiam suportar o que se lhes mandava: Se até um animal tocar o monte, será apedrejado. E tão terrível era a visão, que Moisés disse: Estou todo aterrorizado e trêmulo. Mas tendes chegado ao Monte Sião, e à cidade do Deus vivo, à Jerusalém celestial, a miríades de anjos; à universal assembléia e igreja dos primogênitos inscritos nos céus, e a Deus, o juiz de todos, e aos espíritos dos justos aperfeiçoados; e a Jesus, o mediador de um novo pacto, e ao sangue da aspersão, que fala melhor do que o de Abel. Vede que não rejeiteis ao que fala; porque, se não escaparam aqueles quando rejeitaram o que sobre a terra os advertia, muito menos escaparemos nós, se nos desviarmos daquele que nos adverte lá dos céus; a voz do qual abalou então a terra; mas agora tem ele prometido, dizendo: Ainda uma vez hei de abalar não só a terra, mas também o céu. Ora, esta palavra - Ainda uma vez - significa a remoção das coisas abaláveis, como coisas criadas, para que permaneçam as coisas inabaláveis. Pelo que, recebendo nós um reino que não pode ser abalado, retenhamos a graça, pela qual sirvamos a Deus agradavelmente, com reverência e temor; pois o nosso Deus é um fogo consumidor. 

Fonte: Bíblia Sagrada
Imagem: Extraída da Internet