domingo, 31 de dezembro de 2017

Jesus no Antigo Testamento



Gênesis 3.1-15

Satanás vendo que Deus tinha criado o homem a sua imagem e semelhança e pondo-o em um Jardim chamado Eden, transformou-se em uma serpente que falava e induzindo a mulher a desobedecer (pecar) contra Deus, a convence que poderia comer do fruto do pecado sem que lhes fosse causado nenhum problema. A mulher por sua vez induz seu marido a fazer o mesmo, e os dois se acharam nus e mortos da pureza e vida que ganharam. Pois eram vestidos da pureza vinda de Deus e vivos da vida e graça dEle. E assim, por pouco tempo, logo em seguida Deus aplica uma sentença para cada um dos desobedientes, e promete enviar a redenção por meio do [descendente - Jesus].
A partir daquele momento, todo aquele que abrisse
a madre, nasceria manchado de pecado, chamado de pecado original; pecado por herança. É aí que não existe ninguém nascido de uma relação humana,  que não seja afetado por esse pecado; ou seja: “Mortos estariam todos para o Senhor”. É devido isso, que na Nova Aliança em Cristo, se diz: "mortos por causa de Adão; mas vivificados por causa de Cristo, que veio para tirar o pecado do mundo como um Cordeiro que se sacrificou para isso".

Precisaria daquele momento em diante, toda humanidade, da mão poderosa, poder e querer de Deus para que fosse vivificada da morte em que tinha se submetido.
É onde Deus por sua infinita Graça e Misericórdia, promete enviar Jesus o Messias para que pisasse na cabeça de satanás e ele não prevalecesse.
Pois assim disse o Senhor segundo a sua palavra: [Porei inimizade entre ti (satanás) e a mulher, entre a tua (satanás) descendência e o seu (da mulher) descendente (Jesus). Este (Jesus) te ferirá a cabeça, e tu (satanás) lhe ferirás o calcanhar.]

Mas a serpente, mais sagaz que todos os animais selváticos que o SENHOR Deus tinha feito, disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda árvore do jardim?
Respondeu-lhe a mulher: Do fruto das árvores do jardim podemos comer, mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Dele não comereis, nem tocareis nele, para que não morrais.
Então, a serpente disse à mulher: É certo que não morrereis.
Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se vos abrirão os olhos e, como Deus, sereis conhecedores do bem e do mal.
Vendo a mulher que a árvore era boa para se comer, agradável aos olhos e árvore desejável para dar entendimento, tomou-lhe do fruto e comeu e deu também ao marido, e ele comeu.
Abriram-se, então, os olhos de ambos; e, percebendo que estavam nus, coseram folhas de figueira e fizeram cintas para si.
Quando ouviram a voz do SENHOR Deus, que andava no jardim pela viração do dia, esconderam-se da presença do SENHOR Deus, o homem e sua mulher, por entre as árvores do jardim.
E chamou o SENHOR Deus ao homem e lhe perguntou: Onde estás?
Ele respondeu: Ouvi a tua voz no jardim, e, porque estava nu, tive medo, e me escondi.
Perguntou-lhe Deus: Quem te fez saber que estavas nu? Comeste da árvore de que te ordenei que não comesses?
Então, disse o homem: A mulher que me deste por esposa, ela me deu da árvore, e eu comi.
Disse o SENHOR Deus à mulher: Que é isso que fizeste? Respondeu a mulher: A serpente me enganou, e eu comi.
Então, o SENHOR Deus disse à serpente: Visto que isso fizeste, maldita és entre todos os animais domésticos e o és entre todos os animais selváticos; rastejarás sobre o teu ventre e comerás pó todos os dias da tua vida.
Porei inimizade entre ti e a mulher, entre a tua descendência e o seu descendente. Este te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar. 

Está explicado porque toda humanidade depende de Cristo, visto que sem ele não há salvação para ninguém!

Fonte: Biblia Sagrada
Imagem: Extraída da Internet