quarta-feira, 7 de março de 2018

Jesus Glorificado aparece a João


A palavra de Deus nos leva a uma visão real do Paraíso onde Cristo Jesus se revelou ao seu servo João.
E o interessante é que João foi um dos discípulos amados de Jesus. Foi um apóstolo que estava sempre presente a Jesus. Era o que recostava-se sempre ao ombro do Mestre para ouvi-lo.
Mas veja que nessa aparição, Jesus não o trata mais com aquele jeitinho que fazia quando veio em carne. Aqui Cristo se mostra como o
Juiz, que dá as ordens e pouco diálogo.
Isso quer dizer que João foi privilegiado por ter recebido a  visão e revelação de Jesus para que testificasse as igrejas e a todas as gerações.
Cristo atualmente encontra-se ao lado direito do Pai, reinando e governando o mundo até o dia da sua vinda.
Eis o que diz a visão de João.


Apocalipse: 1. 9-20

Eu, João, irmão vosso e companheiro convosco na aflição, no reino, e na perseverança em Jesus, estava na ilha chamada Patmos por causa da palavra de Deus e do testemunho de Jesus. Eu fui arrebatado em espírito no dia do Senhor, e ouvi por detrás de mim uma grande voz, como de trombeta, que dizia: O que vês, escreve-o num livro, e envia-o às sete igrejas: a Éfeso, a Esmirna, a Pérgamo, a Tiatira, a Sardes, a Filadélfia e a Laodicéia. E voltei-me para ver quem falava comigo. E, ao voltar-me, vi sete castiçais de ouro, e no meio dos candeeiros um semelhante ao Filho de homem, vestido de uma roupa talar, e cingido à altura do peito com um cinto de ouro; e a sua cabeça e cabelos eram brancos como lã branca, como a neve; e os seus olhos como chama de fogo; e os seus pés, semelhantes a latão reluzente que fora refinado numa fornalha; e a sua voz como a voz de muitas águas.  Tinha ele na sua destra sete estrelas; e da sua boca saía uma aguda espada de dois gumes; e o seu rosto era como o sol, quando resplandece na sua força. Quando o vi, caí a seus pés como morto; e ele pôs sobre mim a sua destra, dizendo: Não temas; eu sou o primeiro e o último, e o que vivo; fui morto, mas eis aqui estou vivo pelos séculos dos séculos; e tenho as chaves da morte e do hades. Escreve, pois, as coisas que tens visto, e as que são, e as que depois destas hão de suceder. Eis o mistério das sete estrelas, que viste na minha destra, e dos sete candeeiros de ouro: as estrelas são os anjos das sete igrejas, e os sete candeeiros são as sete igrejas.
Fonte: Bíblia Sagrada
Imagem: Extraída da Internet