quinta-feira, 9 de agosto de 2018

Jesus Cristo defende a sua missão e autoridade

A palavra de Deus diz que Jesus certa vez no templo falava para todos sobre a sua missão aqui na terra, mas foi confrontado e afrontando demasiadamente pelos judeus que diziam ter crido nele. Mas houve um embate tremendo porque diziam que criam e que Deus era seu Pai, mas
não criam nem receberam Jesus como o Filho enviado por Deus. Jesus lhes falava sobre sua missão, que tinha vindo ao mundo para trazer as boas novas de salvação, mas eles fizeram muitos questionamentos, e até disseram que Jesus tinha demônios. Mas Jesus os desmascarou apenas com a Verdade da palavra.
Eis o que diz a palavra de Deus.
"
De outra feita, lhes falou, dizendo: Vou retirar-me, e vós me procurareis, mas perecereis no vosso pecado; para onde eu vou vós não podeis ir.  Então, diziam os judeus: Terá ele, acaso, a intenção de suicidar-se? Porque diz: Para onde eu vou vós não podeis ir. E prosseguiu: Vós sois cá de baixo, eu sou lá de cima; vós sois deste mundo, eu deste mundo não sou.  Por isso, eu vos disse que morrereis nos vossos pecados; porque, se não crerdes que Eu Sou , morrereis nos vossos pecados.  Então, lhe perguntaram: Quem és tu? Respondeu-lhes Jesus: Que é que desde o princípio vos tenho dito?  Muitas coisas tenho para dizer a vosso respeito e vos julgar; porém aquele que me enviou é verdadeiro, de modo que as coisas que dele tenho ouvido, essas digo ao mundo.  Eles, porém, não atinaram que lhes falava do Pai. Disse-lhes, pois, Jesus: Quando levantardes o Filho do Homem, então, sabereis que Eu Sou e que nada faço por mim mesmo; mas falo como o Pai me ensinou.  E aquele que me enviou está comigo, não me deixou só, porque eu faço sempre o que lhe agrada.  Ditas estas coisas, muitos creram nele.  Disse, pois, Jesus aos judeus que haviam crido nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos;  e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.  Responderam-lhe: Somos descendência de Abraão e jamais fomos escravos de alguém; como dizes tu: Sereis livres? Replicou-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo: todo o que comete pecado é escravo do pecado.  O escravo não fica sempre na casa; o filho, sim, para sempre.  Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.  Bem sei que sois descendência de Abraão; contudo, procurais matar-me, porque a minha palavra não está em vós.  Eu falo das coisas que vi junto de meu Pai; vós, porém, fazeis o que vistes em vosso pai.  Então, lhe responderam: Nosso pai é Abraão. Disse-lhes Jesus: Se sois filhos de Abraão, praticai as obras de Abraão.  Mas agora procurais matar-me, a mim que vos tenho falado a verdade que ouvi de Deus; assim não procedeu Abraão.  Vós fazeis as obras de vosso pai. Disseram-lhe eles: Nós não somos bastardos; temos um pai, que é Deus. Replicou-lhes Jesus: Se Deus fosse, de fato, vosso pai, certamente, me havíeis de amar; porque eu vim de Deus e aqui estou; pois não vim de mim mesmo, mas ele me enviou.  Qual a razão por que não compreendeis a minha linguagem? É porque sois incapazes de ouvir a minha palavra.  Vós sois do diabo, que é vosso pai, e quereis satisfazer-lhe os desejos. Ele foi homicida desde o princípio e jamais se firmou na verdade, porque nele não há verdade. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira.  Mas, porque eu digo a verdade, não me credes.  Quem dentre vós me convence de pecado? Se vos digo a verdade, por que razão não me credes?  Quem é de Deus ouve as palavras de Deus; por isso, não me dais ouvidos, porque não sois de Deus.  Responderam, pois, os judeus e lhe disseram: Porventura, não temos razão em dizer que és samaritano e tens demônio? Replicou Jesus: Eu não tenho demônio; pelo contrário, honro a meu Pai, e vós me desonrais.  Eu não procuro a minha própria glória; há quem a busque e julgue.  Em verdade, em verdade vos digo: se alguém guardar a minha palavra, não verá a morte, eternamente.  Disseram-lhe os judeus: Agora, estamos certos de que tens demônio. Abraão morreu, e também os profetas, e tu dizes: Se alguém guardar a minha palavra, não provará a morte, eternamente. És maior do que Abraão, o nosso pai, que morreu? Também os profetas morreram. Quem, pois, te fazes ser? Respondeu Jesus: Se eu me glorifico a mim mesmo, a minha glória nada é; quem me glorifica é meu Pai, o qual vós dizeis que é vosso Deus.  Entretanto, vós não o tendes conhecido; eu, porém, o conheço. Se eu disser que não o conheço, serei como vós: mentiroso; mas eu o conheço e guardo a sua palavra.  Abraão, vosso pai, alegrou-se por ver o meu dia, viu-o e regozijou-se.  Perguntaram-lhe, pois, os judeus: Ainda não tens cinquenta anos e viste Abraão? Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade eu vos digo: antes que Abraão existisse, Eu Sou.  Então, pegaram em pedras para atirarem nele; mas Jesus se ocultou e saiu do templo".
João 8:21‭-‬59

Fonte: Bíblia Sagrada
Imagem: Extraída da Internet